Desfile cívico celebra 86º aniversário da Revolução Constitucionalista de 1932.

O governador de São Paulo, Márcio França participou na manhã desta segunda do 86° desfile da Revolução Constitucionalista de 1932. 

O evento foi realizado na Av. Pedro Álvares Cabral, no Ibirapuera, em frente ao Mausoléu do Soldado Constitucionalista de 32 e teve seu início às 09h30min. Dentre as comemorações, foram realizadas as cerimônias de entrega de medalhas a personalidades de destaque e veteranos de 32 além das homenagens aos veteranos mortos. Em seguida, ocorreu o desfile cívico-militar com unidades do Exército, Marinha, Aeronáutica, Polícia Militar, Veteranos de Unidades Militares e Sociedade Veteranos de 32 MMDC.

Momento que o governador Márcio França autoriza o início da solenidade. Foto: Luiz Camões

A Revolução Constitucionalista de 1932 foi um movimento de oposição ao governo do presidente Getúlio Vargas (1930-1945), cobrando dele a promessa dada de fazer uma nova Constituição.
Os protestos pela convocação de uma Assembléia Constituinte vinham desde o aniversário de São Paulo, em 25 de janeiro de 1932, e se arrefeceram com a morte dos estudantes Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo, em 23 de maio do mesmo ano, que emprestaram suas iniciais para denominar o movimento constitucionalista MMDC.

Foi somente em 9 de julho, porém, que o movimento decidiu pegar em armas e alistar voluntários. Após 3 meses de combate, as tropas federais conseguiram derrotar os revoltosos, cuja força somava apenas cerca de um terço das do governo (35 mil homens contra 100 mil). 830 soldados morreram no combate.

Apesar da derrota, a Revolução Constitucionalista não foi em vão, pois no ano seguinte foram convocadas eleições para a Assembléia Constituinte e em 16 de julho de 1934, uma nova Constituição foi promulgada.

Por Luiz Camões
Imagens: Luiz camões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below