Detalhes do acordo assinado por Bolsonaro e Macri na Argentina

Durante a reunião dessa quinta-feira (06) entre os presidentes Jair Bolsonaro (Brasil) e Mauricio Macri (Argentina), foi acertado diversos acordos bilaterais entre os dois países, além das conversas sobre temas internacionais, como as negociações do Mercosul com a União Europeia e a situação da Venezuela.

Após o encontro, a chancelaria argentina divulgou uma declaração conjunta, em que ambos países pactuaram como fruto da primeira visita de Estado que o governante brasileiro realizou à Argentina desde que chegou ao poder em 1º de janeiro. Os principais pontos do documento foram:

Mercosul

Foi ratificada a vontade política dos países em fortalecer e modernizar o bloco regional priorizando a reforma institucional e a troca comercial interna, assim como a inserção internacional do bloco através da modernização da estrutura tarifária e da conclusão da negociação dos acordos comerciais em curso.

Desta forma, instruíram as equipes negociadoras a intensificar os esforços para a conclusão, em conjunto com os outros dois sócios do Mercosul (Paraguai e Uruguai), das negociações com a União Europeia, a Associação Europeia de Livre Comércio e o Canadá, e a continuar as negociações com Coreia do Sul e Singapura.

Venezuela

Os dois países analisaram a “grave situação” que assola a Venezuela, pela crise política, humanitária, econômica e social “provocada pelo regime ilegítimo de Nicolás Maduro”.

Nesse sentido, reafirmaram o “pleno apoio” ao roteiro traçado pelo líder do parlamento e autoproclamado presidente interino Juan Guaidó e pediram o tratamento da crise venezuelana no âmbito regional durante a realização da 49ª Assembleia Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA) do próximo mês de junho em Medellín, na Colômbia.

Energia

Durante a visita foram assinados convênios em intercâmbio de energia elétrica e cooperação em bioenergia; ciência e tecnologia; mineração; defesa e cooperação nuclear.

No encontro, os presidentes ressaltaram a importância da energia como “motor de desenvolvimento econômico e social” e concordaram em aprofundar a troca de informações técnicas sobre planejamento energético.

Nesse sentido, encorajaram o potencial das reservas e da produção de petróleo e gás natural das jazidas do pré-sal e de Vaca Muerta e se comprometeram a continuar impulsionando o desenvolvimento de novos recursos energéticos.

Política nuclear

No marco dos 25 anos da entrada em vigor do chamado Acordo Quadripartite, a Argentina e o Brasil destacaram a relevância da histórica cooperação bilateral nos usos pacíficos da energia nuclear e salientaram a importância de continuar aprofundando o diálogo a respeito.

Defesa e segurança

As duas maiores potências da América do Sul destacaram o valor estratégico da sua relação no âmbito da defesa e a importância de avançar na cooperação em matéria de governança marítima no Atlântico Sul, fronteiras comuns, ciência e tecnologia e indústria, e concordaram na importância de uma maior cooperação entre as Forças Armadas.

Além disso, ratificaram o “compromisso mútuo” de fortalecer o combate contra o narcotráfico, a corrupção e a criminalidade organizada transnacional com “ações concretas” que garantam a segurança dos cidadãos.

Bolsonaro e Macri compartilharam também experiências sobre cooperação na fronteira e instruíram os organismos migratórios e alfandegários de ambos países a simplificar e agilizar os controles fronteiriços.

Malvinas

Bolsonaro ratificou o apoio do Brasil aos legítimos “direitos” da Argentina na disputa de soberania com o Reino Unido relativa às Ilhas Malvinas, arquipélago que Buenos Aires reivindica controlar desde 1833. Macri, por sua vez, agradeceu o “permanente apoio” do país vizinho a esta reivindicação histórica.

  • Com informações da agência EFE


Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

 

Caso deseje conversar com outros usuários escolha um dos aplicativos abaixo:



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here