Diretor da Amazul fala sobre ProSub e gestão do conhecimento na UFSCar

A importância do desenvolvimento do submarino de propulsão nuclear para o Brasil, no âmbito do Programa Nuclear da Marinha (PNM) e do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (ProSub), e o papel relevante da gestão do conhecimento na geração de tecnologias e projetos de suporte a esses programas foram os temas da palestra ministrada pelo diretor de Gestão do Conhecimento e Pessoas da Amazul, Luís Hecht, na Universidade Federal de São Carlos, em São Carlos, interior de São Paulo, no dia 5 de novembro.

Na palestra, dirigida a alunos de cursos de engenharia, Hecht abordou a evolução do PNM e PROSUB e os resultados alcançados até o momento. Destacou o lançamento ao mar, em 14 de dezembro de 2018, do submarino Riachuelo, a integração do casco do Submarino Humaitá, em 11 de outubro, o formidável avanço da infraestrutura de apoio compreendendo o estaleiro e base naval em Itaguaí, no litoral do Rio de Janeiro, o arrasto tecnológico desses programas e sua influência no Programa Nuclear Brasileiro (PNB). Hecht também ressaltou a importância da gestão do conhecimento na preservação e na alavancagem das tecnologias desenvolvidas no bojo desses programas, visando gerar resultados de valor para a sociedade.

Ao final da palestra, Hecht se reuniu com o vice-reitor da UFSCar, Walter Libardi, e com o diretor do Instituto de Estudos Avançados e Estratégicos da universidade, Fernando Araújo-Moreira, para tratar de possíveis parcerias da Amazul com a instituição.

Fonte: Amazul