Diretor-geral da Rosoboronexport confirma apresentação do SU-57E durante Dubai Airshow 2019

O diretor-geral da empresa Rosoboronexport (um dos braços da estatal Rostec), Aleksandr Mikheyev, revelou que durante o salão internacional Dubai Airshow 2019 que ocorrerá entre os dias 17 a 21 de novembro em Dubai, será apresentado o novo caça de quinta geração Su-57E.

“Fizemos todo o possível para justificar a atenção de nossos parceiros e os surpreender com produtos tecnológicos únicos da indústria de defesa russa. Este ano não foi uma exceção: apresentaremos aqui o mais novo caça de quinta geração Su-57E. Também serão expostos os helicópteros Mi-28NE e Mi-171Sh, modernizados e tendo em conta a experiência de seu uso em combate, além de meios únicos de defesa antiaérea, inclusive a versão modernizada do sistema Pantsir-S1M”, disse Mikheev durante coletiva de imprensa.

O Su-57E, versão de exportação do Su-57, teve sua estreia internacional em agosto deste ano no salão aeroespacial internacional MAKS 2019. Mikheev acrescentou ainda que, além de apresentar produtos voltados à aviação nos Emirados Árabes Unidos, a Rosoboronexport também vai apresentar o novo radar Sula para vigilância de objetos espaciais.

O diretor afirmou à imprensa que existe interesse de delegações estrangeiras, nos sistemas de mísseis de longo alcance S-400, nos lançadores de mísseis Buk-M2E e Viking, nos helicópteros Ka-52, Ka-29, Mi-35M, Mi-26, Mi-38 e Ansat, nos caças Su-35, MiG-35, Su-32, além de meios de ataque aéreo de alta pressão testados em condições reais. A corporação Irkutsk trará um modelo do avião de treinamento Yak-130.

A Rosoboronexport será uma das organizadoras, da exposição conjunta russa no evento, apresentando a produção das oito principais empresas de armas e equipamentos militares russas, entre elas a Corporação Aeronáutica Unida (OAK), Helicópteros da Rússia, Corporação Unida de Construção de Motores (ODK), Sistemas de Alta Precisão, Almaz-Antey e Shvabe Holding.

O caça russo de quinta geração Su-57 (antes conhecido como PAK FA) começou a operar em 2010. O primeiro avião de série deve ser entregue à Força Aeroespacial da Rússia até o final deste ano.

  • Com agências internacionais