Documentos confirmam ajuda de Israel em armar Argentina para Guerra das Malvinas

Apesar de ser um aliado fundamental do Reino Unido em matéria de defesa, entende-se que o então governo Israelense concordou em vender armas, à junta militar argentina

blank

Google News

Documentos desclassificados do Ministério de Relações Exteriores britânico, confirmam que o governo de Israel, forneceu armas à Argentina antes, durante e depois da Guerra das Malvinas.

Entre os possíveis envios realizados ao pais latino, supostamente por voos secretos de carga via Peru, estavam peças para os caças A-4 Skyhawk, e até as próprias aeronaves prontas para voar.

O jornal Telegraph, publicou que um alto funcionário do Ministério das Relações Exteriores afirma: “Israel foi um dos poucos países que forneceu armas à Argentina durante o conflito das Malvinas e continuou a fazê-lo.”

Ele acrescenta ainda que, “Israel também pretendia vender aeronaves de vigilância para eles”. Uma venda que o então secretário do Exterior britânico à época, Sir Geoffrey Howe, pediu pessoalmente a Jerusalém que não fizesse.

Na primavera de 1982, os caças Douglas A-4 Skyhawks da Força Aérea Argentina (FAA) foram usados com um efeito devastador contra a Força-Tarefa Britânica e participaram do naufrágio de quatro navios da Royal Navy (RN): o RFA Sir Galahad, o HMS Coventry, o HMS Ardent e o HMS Antílope.

Mas no entanto, durante as seis semanas que durou o conflito, 22 dos 48 Skyhawks argentinos em operação foram perdidos. Pilotos de Sea Harriers, da RN, reivindicam oito abates, enquanto mísseis superfície-ar (SAM) e acidentes foram responsáveis ​​pelo restante.

Originalmente comprado nos Estados Unidos durante as décadas de 1960 e 70, a Argentina tentou reconstruir seus esquadrões Skyhawk após as Malvinas. No entanto, em 1983, Washington bloqueou a entrega por Israel de 24 dessas aeronaves de ataque à Marinha argentina.

A Argentina acabou retirando a frota em 1999, embora muitos dos aviões tenham sido preservados e ainda possam ser vistos como porteiros em bases militares e em museus de todo o país.



Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

blank

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: