Dois jornalistas morrem em explosão no Nagorno-Karabakh

blank
Imagem de captura de tela do vídeo da AZTV.

Um veículo supostamente pertencente ao Ministério da Defesa do Azerbaijão foi alvo de uma explosão de mina perto da aldeia de Susuzluq na parte controlada pelo Azerbaijão da região de Nagorno-Karabakh. A vila está localizada no distrito de Kalbajar, no Azerbaijão.

Segundo relatos, dois jornalistas, Siraj Abyshov e Maharram Ibragimov, morreram no incidente, e outro, Emin Mammadov está gravemente ferido.

Equipe estaria investigando mortes de civis por explosões de minas terrestres

Em 4 de junho, um meio de comunicação privado no Azerbaijão, a Trend News Agency, relatou que três pessoas foram mortas e quatro feridas como resultado da explosão de uma mina no distrito de Kalbajar, no Azerbaijão.

De acordo com um comunicado conjunto da Procuradoria Geral do Azerbaijão e do Ministério do Interior, um carro com funcionários de canais de TV e agências de notícias enviados ao distrito de Kalbajar para cumprir suas funções oficiais acabou explodindo devido ao acionamento de uma mina, na direção da vila de Susuzlug, distrito de Kalbajar.

“Como resultado da explosão de uma mina, o cinegrafista da AzTV Siraj Abishov e o correspondente da agência de notícias AzerTAj Maharram Ibrahimov foram mortos no cumprimento do dever. Expressamos nossas condolências às famílias das vítimas ”, relatou a televisão estatal azerbaijana AzTV.

O oficial das autoridades executivas de Kalbajar foi identificado como Arif Aliyev.

De acordo com os termos do acordo que encerrou a Guerra do Nagorno-Karabakh em 2020, a maior parte do distrito ficou sob controle do Azerbaijão. No entanto, as disputas sobre a linha de fronteira continuam.

Provocações militares são relatadas pela Armênia e pelo Azerbaijão regularmente.

Em 31 de maio, o Ministério da Defesa do Azerbaijão reivindicou a interceptação de um UAV das Forças Armadas Armênias na mesma região da fronteira de Kalbajar. A interceptação do drone ocorreu dias depois de 6 soldados armênios terem sido feitos prisioneiros por tropas do Azerbaijão na província de Kalbajar.

Antes disso, as forças do Azerbaijão cruzaram a fronteira na província de Syunik, alegando que o lago Sev, que foi dividido entre a Armênia e o Azerbaijão, pertence ao seu país.

As tensões aumentaram recentemente nas regiões fronteiriças de Nagorno-Karabakh, com vítimas registradas tanto em acidentes como em provocações militares .

Abaixo, os vídeos do momento da explosão registrada pela equipe que faleceu e outro com as consequências ao veículo que ocupavam:

Abaixo outro vídeo do local:

  • Com informações STF Analysis & Intelligence, Trend News Agency & AZTV Azerbaijan, France Inter, Voice of Europe e AFP, via redação Orbis Defense Europe.