Durante a operação “Aspirantex 2020”, aspirantes do 2º Ano realizam a opção de Corpo e Habilitação

blank
Comandante em Chefe da Esquadra profere palestra para os aspirantes

A escolha do Corpo (Armada, Fuzileiros Navais e Intendentes da Marinha) e da Habilitação (Sistemas de Armas, Mecânica e Eletrônica) pelos aspirantes do 2º ano é uma das etapas mais importantes da Operação “Aspirantex”, realizada anualmente.

Este ano, não foi diferente. Na coberta de rancho de cabos e marinheiros do Porta-Helicópteros Multipropósito (PHM) “Atlântico”, no dia 23 de janeiro, acomodaram-se mais de 160 aspirantes, alguns já convictos de sua decisão, outros, que há até bem pouco tempo ainda estavam indecisos.

Todos eles, acompanhados de Oficiais da Escola Naval e do Navio para tirar as últimas dúvidas, colocaram no papel a opção que definirá, para sempre, suas carreiras.

“Eu estava muito na dúvida entre ser do Corpo de Fuzileiros Navais ou da Armada. Mas o que definiu minha escolha pela Armada foi o meu sonho de ser aviador. Pois, acredito que na Armada terei mais chances”, contou o aspirante Alexandre.

Antes de fazer uma das escolhas, segundo ele, mais difíceis de sua vida, tirou dúvidas com aviadores durante a “Aspirantex”. “Não foi fácil, há meses tenho conversado com Deus, com meus pais, e aqui no navio, aproveitei para falar com oficiais aviadores sobre a carreira e a experiência deles na Marinha”, revelou.

Já para o aspirante Silva Bauer, Chefe de Classe desde o primeiro ano da Escola Naval, o momento traz ainda mais emoção por significar o início de uma separação para a turma. “A ficha ainda está caindo que vamos nos dividir nos Corpos e Habilitações”, falou.

Sobre a escolha, ele, que escolheu ser da Armada e eletrônico, disse ter pensado em vários aspectos antes da decisão. “É um resultado de vários anos pensando e pesquisando. É algo que impactará nos nossos primeiros anos como segundo-tenente, no aperfeiçoamento e em toda a nossa carreira”, afirmou.

Visando esclarecer, ao máximo, os aspirantes quanto à opção que fariam, foi elaborada uma programação especial, a bordo do PHM “Atlântico”, que incluiu visitas a diferentes setores do navio e muitas conversas com oficiais dos três Corpos.

Na véspera do dia da opção, o Comandante em Chefe da Esquadra, Vice-Almirante Mello, acompanhado do Comandante da 1ª Divisão da Esquadra, Contra-Almirante Kerr, e do Comandante da Força Aeronaval, Contra-Almirante Rohwer, proferiu palestra para os aspirantes, com foco em diversos aspectos da carreira e da experiência dos Oficiais.

A Escola Naval prevê que o resultado da distribuição pelos diferentes Corpos e Habilitações estará disponível já na terceira e última fase de mar, de 27 a 30 deste mês, durante o regresso para o Rio de Janeiro, quando os 166 aspirantes saberão se suas expectativas foram atendidas.

  • Com informações do CCSM