Em reunião, Adjuntos de Comando do Exército debatem carreiras das praças

Crédito: S Ten Edmilson

A 7ª edição da Reunião dos Adjuntos de Comando do Alto-Comando do Exército (RACACE) foi aberta nessa terça-feira (14), em Brasília. O evento acontece até o dia 16 de maio e promove o encontro dos militares que assessoram diretamente os generais de Exército da Força terrestre.

A abertura da RACACE foi procedida pelo Comandante do Exército, general de Exército Edson Leal Pujol, quando foi ressaltado que o cargo de adjunto de comando, apesar de recente (criado em 2016), valoriza a carreira das praças e permite aos comandantes de organizações militares um acesso mais direto aos anseios de seus subordinados.

“Ainda estamos avançando e aperfeiçoando os processos de seleção dos adjuntos de comando. Porém, sem dúvida, trata-se de um cargo de grande relevância. Sempre dei muita importância aos sargentos, desde meu tempo como aspirante. Tenho um exemplo familiar próximo, pois meu sogro, hoje tenente do Quadro Auxiliar de Oficiais, é oriundo da Escola de Sargentos das Armas e sempre foi uma referência profissional e pessoal para mim”, destacou.

Realizada no Forte Caxias, Quartel-General do Exército, a RACACE promove a apresentação de uma série de temas de interesse das praças. A pauta inclui aspectos como o Sistema de Proteção Social e reestruturação da carreira militar, ensino de idiomas, missões no exterior, promoções e cursos de habilitação e atualização do Quadro Auxiliar de Oficiais.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: Agência Verde-Oliva


15 COMENTÁRIOS

  1. Infelizmente praças das FFAA não possuem Lei de Promoções em pleno século 21, um erro grotesco e inaceitável, já que os oficiais possuem. Outro assuntos que deve ser discutido neta reunião é a ilegalidade no processo de promoção de subtenente a 2º Tenente QAO no EB, já que o processo não segue a Constituição e a Lei de Processo Administrativo Federal, ocasionando vários processos na justiça Federal pelo pais a fora. Pergunto ao EB porque esta promoção é 100 % no merecimento e não há porcentagem na antiguidade, antiguidade (Hierarquia) que é o pilar e principal critério de promoção nas FFAA? Caros Generais, criem uma porcentagem na antiguidade e parem de promover apadrinhados, dando realmente valor aos militares que tem mérito.

  2. Quando vão lembrar do Quadro Especial, pois somos profissionais o qual tanto é se não fizemos Escola foi porque a instituição não deu meios e acho que nós dando estabilidade já era o suficiente.

    • Metade das vagas eram para militares… Fui “beneficiado” com isso… E sou 99… Vc teve oportunidade… O EB naquele tempo… Dava essa oportunidade!!!! Quer passar em concurso sem estudar??? Ai posso chorar pq nao posso ser QCO… Ou vc ja que vc pode ter nivel superior… Fui 15o colocado em 2011 pra QCO História… Mas apenas 2 vagas!!! Poderia ter 50% das vagas do QCO e isso nunca existiu!!! E digo mais… Podia nao ter limite de idade!!!

    • Vcs não fizeram escola porque não quiseram prestar concurso e nen estudar.
      Ficaram so esperando pela estabilidade,
      E ai vem falar que o EB NÃO DEU OPORTUNIDADE…. VCS SO QUEREM MOLEZA. SAIRAM 2 SGT SEM TEREM CURSO DE SGT ,VCS SO TEM O CURSO DE CABO SÃO SGT NO PAPEL MAS NO FUNDO CONTINUAM SENDO CABO….
      VAM ESTUDAR ANTES DE RECLAMAR DA INSTITUIÇÃO….

      • Vc teve algum problema com QE?
        Vc fala que não estudamos, aí fica falando merda, seu problemático, vai cuidar da tua vida, o EB não tá nem um pouco preocupado com vc.
        Pq o exercito não criou como outras forças concurso interno.

  3. Bom dia! Sub Ten Pontes Turma de cavalaria da EsSA 1990. Não sei se é sabido pelos senhores mais no último dias 15 de abril de 2019 foi entregue por um grupo de ST um projeto de Lei que cria Lei especifica para a promoção de praças. Dá um pulinho na câmara e peguem uma cópia. Aí vocês poderam melhor discutir a carreira dos praças das FFAA por que o Exército, Marinha e Aeronáutica têm diferenças em seus processo de formação e de promoções. Fica a dica

  4. Não é verdade a função de Adjunto de Comando só foi mais um cargo criado para tentar freiar os Praças, os Adjuntos de Comandos não levam problemas de Praças para Comandantes de Batalhões, infelizmente só estão preocupados em pontuar para ser promovido a Oficial QAO.

  5. Infelizmente já fiz parte da força e simplesmente deram um pé na bunda da gente depois de sete anos de serviço prestados,por isso o exercito brasileiro e um lixo e porcaria não valoriza cabo e soldado, diferentemente da polícia militar,por isso os militares do exército não tem respeito nenhum,esse generais pau no cu fica fazendo politicagem,maior exemplo o novo governo que tem um monte de generais imprestável que não serve pra nada.Com esse pensamento de não dá valor aos cabos e soldados,o EB vai continuar não sendo respeitado por ninguém.

  6. É uma grande piada esses caras falarem de valorização de praças no EB. Na minha OM o adjunto de comando não fez diferença nenhuma. O que será que eles vão dizer sobre depois da DAPROM ter admitido criminosamente que a nota da CP QAO é feita em rascunho e depois jogada no lixo ?

  7. Isso é conversa fiada. Eles nunca se preocuparam com soldados, cabos, sargentos e suboficiais. Me dê o nome de algum Brigadeiro, General ou Almirante que tenha feito alguma coisa a favor das praças nos últimos guarenta anos. Não sei quem eles estão querendo enganar. Eu tinha a expectativa de ir para reserva com um posto acima e perdi isso faltando dois anos para ir para reserva. Mas se de militar que perdeu por um dia. Isso o próprio Bolsonaro que falou. Oficial general vive na maior mordomia, não falta nada para eles. Então não venham com essa conversa fiada que estão preocupados com pó praças. Kkkkkkkkkk

  8. Na Força Aérea Brasileira para ingressar no equivalente ao QAO (QOEA) o pessoal é submetido a concurso interno de provas escritas, após crivo pela Comissão de Promoções de Graduados. Tenho amigo que, apesar de duas diplomações universitárias, não conseguiu se classificar. O número de vagas é fixado por especialidade. Os aprovados e classificados realizam estágio de adaptação e são nomeados ao posto de 2º Tenente, podendo atingir o posto de Capitão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below