Embaixador dos EUA revela interesse do país no porto de Alexandrópolis, na Grécia

Ministro da Defesa Nacional da Grécia Nikolaos Panagiatopoulos no porto de Alexandrópolis, na Grécia © FOTO / SERVIÇO DE IMPRENSA DO MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL DA GRÉCIA

O Embaixador dos EUA na Grécia, Geoffrey R. Pyatt, levantou a possibilidade de seu país usar para fins militares o porto grego da cidade de Alexandrópolis durante um evento local. O diplomata americano enfatizou o interesse dos EUA no porto grego que fica ao norte do país.

“Estou certo de que eu visitei o porto de Alexandrópolis mais do que qualquer outro embaixador americano na Grécia. Isso reflete a importância geoestratégica desta cidade como porta dos Bálcãs e do mar Negro. O local é um elo chave na segurança energética europeia, na estabilidade regional e no crescimento econômico, por isso os EUA e a Grécia estão trabalhando juntos em promover nossos interesses comuns nos campos da segurança regional e economia”, disse Pyatt.

Em 2010, uma draga que havia afundado no local, foi retirada do fundo após os EUA investirem cerca de US$ 2,3 milhões (R$ 9,2 milhões) no resgate da embarcação. O resgate possibilitou um maior tráfego de navios militares e comerciais no porto.

Pyatt também ainda ressaltou que seu governo espera que o porto seja privatizado, o que poderia atrair investidores americanos.

Cooperação militar

Por sua vez, o ministro da Defesa Nacional da Grécia, Nikolaos Panagiatopoulos, falou sobre as vantagens estratégicas da cooperação com os EUA na exploração do porto.

“Graças ao uso do porto pelos Estados Unidos, quando isso é necessário, nossas relações estratégicas se fortalecerão, assim como a cooperação entre nossas forças armadas, contribuindo para a estabilidade e segurança da região”, disse o ministro.

Ponto estratégico

Alexandrópolis fica situada em Evros, no nordeste grego, e próximo à fronteira com a Turquia. O local é estrategicamente importante pela sua proximidade com o estreito de Dardanelos, ponto de entrada ao mar Negro.

  • Com agências internacionais


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below