Empresa russa negocia com o Brasil construção de uma usina nuclear de baixa potencia

O diretor-chefe da empresa russa Rosatom Overseas, Yevgeny Pakermanov, parte da corporação nuclear estatal Rosatom, vem mantendo conversas e negociações com o governo brasileiro sobre o projeto de uma usina nuclear flutuante de baixa potência.

“Estamos discutindo com o Brasil intensivamente a possibilidade de usar as tecnologias de usinas nucleares flutuantes”, disse Pakermanov. “Para a parte brasileira estas tecnologias são especialmente interessantes no que se refere ao fornecimento de energia para grandes projetos de extração offshore de combustíveis fósseis”, explicou ele.

Angra 3

A construção do 3º bloco da usina nuclear brasileira de Angra pode vir a contar com uma participação de empresas russas, que estão no aguardo das condicionantes brasileiras para a realização do novo projeto.

Yevgeny Pakermanov explica que a Rosatom está disponível para discutir, sob determinadas condições, a sua participação da construção do 3º bloco da usina nuclear brasileira de Angra.

“Este é um projeto bastante complexo, mas estamos disponíveis para considerar as variantes de colaboração, e, sob determinadas condições, podemos discutir a participação do lado russo neste projeto”, disse Pakermanov.

“Estamos efetuando um diálogo com nossos colegas brasileiros, esperamos que eles decidam sobre a forma e as condições deste futuro projeto. Agora o Ministério da Energia do Brasil está em fase de tomada de decisão”, explicou Pakermanov.

Os trabalhos de construção do 3º bloco da usina nuclear de Angra foram iniciados no Brasil em 1984, mas, devido a várias causas, a usina não foi concluída até hoje.

Cooperação Brasil – Rússia

O tratado de cooperação entre o Brasil e a Rússia na área da energia nuclear foi assinado em 1994. Em 2017, a corporação Rosatom assinou um memorando de entendimento com as empresas brasileiras Eletrobras e Eletronuclear sobre a promoção da colaboração.

  • Com agências internacionais


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below