Engenharia Oceânica da UFRJ é a 19ª melhor do mundo, aponta ranking

O Shanghai Ranking divulgou, no dia 29/6, o Global Ranking of Academic Subjects 2020, que examinou mais de quatro mil universidades em 54 temas, organizados em cinco grandes áreas do conhecimento: Ciências Naturais, Engenharia, Ciências da Vida, Ciências Médicas e Ciências Sociais.

Segundo o estudo, a Universidade Federal do Rio de Janeiro tem a 19ª melhor Engenharia Oceânica do mundo. Além disso, a UFRJ é a única representante da América Latina entre as 50 universidades classificadas nesse tema, ficando, inclusive, à frente de instituições renomadas, como Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, em inglês), Universidade da Califórnia e Universidade de Tóquio.

O curso de graduação em Engenharia Naval e Oceânica da UFRJ é organizado pela Escola Politécnica (Poli), e o de mestrado e doutorado em Engenharia Oceânica, pelo Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe).

Além da UFRJ, apenas outras cinco instituições ofertam o curso de graduação no país, todas públicas: a Universidade de São Paulo (USP), a Federal de Santa Catarina (Ufsc), a Federal do Pará (UFPA), a Federal de Pernambuco (UFPE) e a do Estado do Amazonas (UEA). Na pós-graduação, apenas a UFRJ, USP, UFPA e a Federal do Rio Grande (Furg) têm cursos de mestrado e/ou doutorado na área.

Com laboratórios especializados e um corpo docente quase em sua totalidade formado por doutores, a Engenharia Naval da UFRJ atua na formação de recursos humanos e projetos de pesquisa, além de ter envolvimento com o setor produtivo, caracterizado por uma expressiva cartela de projetos, cursos de especialização e outras formas de consultoria.

Foto: Reprodução/Coppe/UFRJ

“O reconhecimento internacional da excelência acadêmica da UFRJ é motivo de muito júbilo, principalmente no ano do seu centenário. Seguiremos no propósito de ampliar ainda mais o nosso reconhecimento acadêmico nacional e internacional em todas as áreas do conhecimento nas quais atuamos, com muita seriedade e comprometimento”

Denise Carvalho, reitora da UFRJ

A diretora da Poli-UFRJ, Cláudia Morgado, também comemorou o resultado. 

“Essas notícias recebemos com enorme alegria, mas não com surpresa. Os grandes empreendimentos e inovações das empresas brasileiras no âmbito naval, oceânico e de tecnologia submarina sempre tiveram, de longa data, vasta participação de egressos do curso de Engenharia Naval e Oceânica da Poli”

Cláudia Morgado, diretora da Poli-UFRJ

Por Victor França do Conexão UFRJ



Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

 

Caso deseje conversar com outros usuários escolha um dos aplicativos abaixo:



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail