Entre os mais modernos do mundo, caça Gripen E da SAAB passa por período de testes

Os testes estão sendo realizados na unidade da Embraer em Gavião Peixoto (SP), em continuidade à campanha de ensaios iniciada na Suécia, em agosto de 2019

O presidente Jair Bolsonaro senta-se na cabine do novo caça da Força Aérea Brasileira, em Gavião Peixoto. Foto: julio Nascimento/PR

O Gripen é nosso! Entre os mais modernos do mundo, o primeiro caça Gripen E fabricado pela empresa Sueca Saab, chegou ao Brasil para o período de testes na unidade da Embraer em Gavião Peixoto (SP), em continuidade à campanha de ensaios iniciada na Suécia, em agosto de 2019.

O avião foi apresentado no dia 23 de outubro, em Brasília, com a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro, e do CEO e presidente da Saab, Micael Johansson. “Esse é o resultado de uma colaboração real entre Brasil e Suécia, e uma grande oportunidade para estreitar ainda mais os laços entre os países”, disse o executivo.

O caça denominado F-39E Gripen pela Força Aérea Brasileira (FAB), teve um total de 36 aeronaves encomendadas em um contrato de 39,3 bilhões de coroas suecas – R$ 25,6 bilhões na cotação atual. A previsão é que os primeiros caças sejam entregues a partir do final de 2021.

A parceria entre Suécia e Brasil começou em 2014 e inclui transferência de tecnologia, colocando a Embraer em “papel de liderança na execução do programa Gripen no Brasil”, segundo a Saab.

“A Embraer é responsável por uma quantidade considerável de trabalho no desenvolvimento de sistemas, integração, testes em voo, montagem final e entrega de aeronaves”, informa a fabricante sueca para OVALE. “Além disso, a Embraer e a Saab são responsáveis por todo o desenvolvimento do Gripen F, o biposto”.

A unidade da Embraer em Gavião Peixoto abriga o Centro de Design e Desenvolvimento do Gripen, onde está localizado o S-Rig, o primeiro simulador de desenvolvimento do Gripen instalado fora da Suécia.

“A Embraer dará suporte às atividades do Centro de Testes de Voo do Gripen, que será instalado agora. Ainda em Gavião Peixoto ocorrerá a produção final de 15 aeronaves Gripen”, afirma a Saab.

Ao todo, a FAB comprou um total de 28 unidades do Gripen E (monoposto) e oito do Gripen F (biposto). O contrato também inclui simuladores, sistemas de suporte, peças sobressalentes, cargas externas, treinamento e suporte.

A Saab é responsável pela produção de 13 Gripen E/F inteiramente na Suécia. Oito aeronaves começarão a ser fabricadas na Suécia e finalizadas no Brasil, com a participação de técnicos e engenheiros brasileiros.

“Essa integração faz parte da transferência de tecnologia prevista em contrato e visa proporcionar conhecimentos práticos necessários à execução dessas mesmas atividades no Brasil”, informou a companhia sueca.

A partir de 2021, inicia-se a preparação da área industrial na Embraer em Gavião Peixoto para a produção de 15 aeronaves Gripen E/F, que serão montadas 100% no Brasil.

PREVISÃO

De acordo com informações da Saab, a previsão é que os testes sejam conduzidos até 2026, quando a aeronave usada nos testes será convertida para um avião operacional e entregue, como a última do lote de 36 unidades à FAB.

A implantação do Gripen obedece a um processo multidisciplinar, envolvendo diversos profissionais e áreas da FAB, do Ministério da Defesa e da base industrial de defesa do Brasil, além de instituições de pesquisa e desenvolvimento.

São José dos Campos tem papel estratégico. Além da Embraer, o IFI (Instituto de Fomento e Coordenação Industrial), com sede na cidade, tem a responsabilidade de emitir a certificação militar do Gripen no Brasil.

O órgão realizará vistorias e auditorias técnicas nas instalações da Saab, na Suécia e no Brasil, bem como em empresas brasileiras envolvidas no programa, “assegurando o cumprimento de requisitos industriais de qualidade do produto e processos industriais”, informa a Saab.

O IFI também tem a missão de avaliar o cumprimento das compensações comerciais, industriais e tecnológicas do programa. Na Suécia, o processo é conduzido pela Administração Sueca de Material de Defesa.

  • Com informações do Jornal O Vale, por: Xandu Alves


Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: