Equipes da Bahia, São Paulo e Minas Gerais vencem a 21ª competição SAE Brasil Aerodesign

A equipe F-Carranca, da Universidade Federal do Vale do São Francisco foi a vencedora da Classe Regular, da Competição SAE BRASIL AeroDesign, que terminou no último domingo (27), em São José dos Campos (SP). Ela totalizou 459,85 pontos.

Na classe Advanced, a equipe Leviatã, do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), foi a vencedora com 475,65 pontos, e a equipe Trem Ki Voa, da Universidade Federal de São João Del Rey, que já conta com 4 vitórias, foi a vencedora da Classe Micro com um total de 434,40 pontos.

Em sua 21ª edição, a competição SAE BRASIL AeroDesign classificou em segundo lugar na Classe Regular, a equipe Aerofeg, da UNESP de Guaratinguetá com 410,21 pontos.

Na classe Advanced, o segundo lugar foi para a equipe Car-Kará Advanced, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte que teve 462,11 pontos.

A equipe Microraptor, da Universidade Federal de Juíz de Fora ficou em segundo lugar na Classe Micro com 417,36 pontos.

As equipes que obtiveram o primeiro e o segundo lugares na Classe Regular – F-Carranca e Aerofeg – e as primeiras colocadas nas Classes Micro e Advanced – Trem Ki Voa e Leviatã – conquistaram o direito de representar o Brasil na SAE AeroDesign East Competition, que acontece em março de 2020, nos EUA.

Equipes brasileiras acumulam histórico expressivo de participações na competição nos EUA: oito primeiros lugares na Classe Regular, quatro na Classe Advanced e um na Classe Micro. A SAE Aero Design East Competition é realizada pela SAE International, da qual a SAE BRASIL é afiliada.

Troféu Embraer de Excelência em Projeto

Com o objetivo de premiar excelentes projetos de engenharia que tenham qualidades como inovação, simplicidade, boas práticas, documentação bem detalhada, o Troféu Embraer de Excelência em Design foi para a F-Carranca, da Universidade Federal do Vale do São Francisco.

O troféu é de posse temporária até a final da 22ª Competição AeroDesign, quando será transferido para uma nova equipe premiada.

Menção honrosa

O Comitê Técnico da SAE AeroDesign 2018 concedeu Menção Honrosa às equipes que tiveram desempenho excepcional em 17 áreas:

  • Melhor projeto – Classe Regular – EESC-USP ALPHA, Escola de Engenharia da USP de São Carlos; Classe Advanced – EESC-USP Charlie, Escola de Engenharia da USP de São Carlos; e Classe Micro – Trem Ki Voa, Universidade Federal de São João Del Rey.
  • Melhor apresentação oral – Classe Regular – F-Carranca, Universidade Federal do Vale do São Francisco; Classe Advanced – Leviatã, Instituto Tecnológico de Aeronáutica; Classe Micro – Microraptor, Universidade Federal de Juíz de Fora.
  • Maior acuracidade carga paga (carga planejada a ser transportada) – Classe Regular – Céu Azul, UFSC; Classe Advanced – Adelphi SJBV, UNESP Campus de São João da Boa Vista; Classe Micro – Trem Ki Voa, Universidade Federal de São João Del Rey.
  • Maior peso carregado – Classe Regular – F- Carranca, Universidade Federal do Vale do São Francisco.
  • Maior pontuação de carga – Classe Advanced – Car-Kará – Universidade Estadual do Rio Grande do Norte.
  • Melhor sistema embarcado- Classe Advantage: Aero-Rio, da Pontifícia Universidade Católica (PUC), do Rio.
  • Menor tempo de desmontagem – Classe Micro: equipe Albatroz da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).
  • Maior pontuação Lapes – Classe Micro: Trem Ki Voa, Universidade Federal de São João Del Rey.
  • Maior pontuação – Classe Micro: Microraptor, Universidade Federal de Juíz de Fora.
  • Baixa Densidade – Classe Micro: Microraptor, Universidade Federal de Juíz de Fora.
  • Melhor equipe internacional – Kukulcán – da Esime Tucomán do México.
  • Torcida mais animada – Equipe Tucano da Universidade Federal de Uberlândia.

Torneio de Acesso

A SAE BRASIL criou o Torneio de Acesso, para participação à distância por meio do envio de vídeo de voo e plantas técnicas. O ingresso é obrigatório caso a equipe que não tenha sido sorteada para este ano deseje competir ano que vem em São José dos Campos.

O Torneio, como o próprio nome diz, será uma fase classificatória para as novas equipes e para as que não se desempenharam bem na Competição SAE BRASIL Aerodesign. As equipes vencedoras foram:

Uiraçu da Universidade Federal de Itajubá; F-Carranca, da Universidade Federal do Vale do São Francisco; e Cabuto AeroDesign, da Universidade Tiradentes.

Sobre a competição

A 21ª edição SAE BRASIL AeroDesign começou na quinta-feira, 24 de outubro, com a presença de 95 equipes, representando 17 estados brasileiros e o Distrito Federal, além de equipes da Venezuela e do México.

As 95 equipes representaram 79 escolas, totalizando 1.350 participantes. O encerramento foi realizado com o jantar de premiação na noite do dia 27 de outubro.

O primeiro dia de competição foi sediado nas dependências do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e as equipes expuseram suas aeronaves e apresentam o projeto para uma banca avaliadora composta por Engenheiros da Embraer e profissionais da área aeroespacial incluindo ex-competidores.

Do segundo ao quarto dia, ocorreu a competição de voo, em que foram avaliados os componentes técnicos colocados em prática durante uma situação real de voo rádio controlado.

Organizado pela Seção Regional São José dos Campos, o Projeto SAE BRASIL AeroDesign é um programa de fins educacionais que tem como objetivo propiciar a difusão e o intercâmbio de técnicas e conhecimentos de engenharia aeronáutica entre estudantes e futuros profissionais da engenharia da mobilidade, por meio de aplicações práticas e competição entre equipes, formadas por estudantes de graduação e pós-graduação de Engenharia, Física e Tecnologia relacionada à mobilidade.

A Competição é realizada anualmente desde 1999. “Os programas estudantis da SAE BRASIL são uma experiência extracurricular que faz diferença na formação do engenheiro, pois introduzem a aplicação prática e sistêmica da tecnologia, desafiam a criatividade e a inovação, além de estimular o trabalho em equipe”, afirma o engenheiro Mauro Correia, Presidente da SAE BRASIL.

A competição conta com o patrocínio das empresas Airbus, Embraer, GE, Liebherr Aerospace, Parker, Rolls-Royce, United Technologies, e Azul Linhas Aéreas. Apoiam o Projeto instituições de grande relevância como os Ministérios da Educação (MEC) e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), o Instituto Federal de São Paulo (IF SP) e a Prefeitura de São José dos Campos





Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here