Estados Unidos alertaram que aviões comerciais sobrevoando Golfo Pérsico correm risco

Diplomatas americanos alertaram, neste sábado (18), que aviões comerciais que sobrevoam a região do Golfo Pérsico, correm o risco de serem “erroneamente identificados”, no âmbito das tensões entre os Estados Unidos e o Irã.

O alerta emitido hoje por diplomatas junto ao Kuwait e aos Emirados Árabes Unidos, provem de um aviso da Administração Federal de Aviação (FAA) que foi publicado na quinta-feira (16) nos Estados Unidos, segundo à agência AFP.

A nota indicava que todos os aviões comerciais que sobrevoam a região do Golfo Pérsico e do Golfo de Omã devem estar cientes da “intensificação das atividades militares e do aumento da tensão política”, o que representa “um risco inadvertido crescente para as operações de aviação civil dos Estados Unidos devido a um possível erro de cálculo ou incorreta identificação”.

O aviso indicava ainda que as aeronaves podem sofrer interferências nos seus instrumentos de navegação e comunicação “com pouco ou nenhum aviso”. O alerta transmitido hoje pelos postos diplomatas norte-americanos da FAA reafirma os riscos que as atuais tensões representam para as viagens aéreas globais, acrescenta a AFP.

O Golfo Pérsico é uma importante porta de entrada para à aviação global. O Aeroporto Internacional do Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, sede da companhia aérea Emirates, é o mais movimentado do mundo em viagens internacionais e as companhias aéreas de longo curso Etihad e Qatar Airways também lá operam.

Nenhuma das três companhias (Emirates, Etihad e Qatar Airways) e nem a Oman Air comentaram ainda o alerta de hoje dos Estados Unidos. A empresa Lloyd’s of London também anunciou ontem, um aumento do risco associado ao transporte marítimo no Golfo Pérsico, após a sabotagem de quatro navios ao largo dos Emirados Árabes Unidos.

A tensão entre os Estados Unidos e o Irã teve aumento no último ano e registou uma escalada na última semana, quando Washington reforçou sua presença militar no Golfo Pérsico e a República Islâmica anunciou a suspensão de alguns dos seus compromissos nucleares, levando os aliados a preverem que possa haver um conflito entre estes países.

  • Com informações do site tvi24 (Pt)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below