Estados Unidos enviam navios da Guarda Costeira para mar do Sul da China

Segundo o site filipino Rappler, os Estados Unidos tem enviado navios da Guarda Costeira, ao mar do Sul da China para monitorar as ações chinesas, citando a vice-almirante Linda Fagan, comandante da Guarda Costeira dos EUA no Pacífico, como fonte.

De acordo ainda com a matéria, a vice-almirante revela que os navios da Guarda Costeira dos EUA monitoram “algumas ações” chinesas no mar do Sul da China. Como indica Fagan, as operações da Guarda Costeira dos EUA têm sido “consistentes” em décadas de patrulhamento das águas da região Ásia-Pacífico.

A vice-almirante salienta que a Guarda Costeira dos EUA garante que os princípios do direito internacional sejam respeitados. Fagan acrescentou ainda que os EUA “estão muito interessados em trabalhar com países (…) de uma forma útil e benéfica, em particular, para alguns pequenos países insulares que têm dificuldades em executar sua zona econômica exclusiva”.

A China vem disputando há décadas com vários países da região Ásia-Pacífico a soberania territorial de uma série de ilhas no mar do Sul da China, onde foram descobertas reservas significativas de hidrocarboneto.

Trata-se, antes de tudo, do arquipélago de Sisha (Ilhas Paracel), Nansha (Spratly) e Huangyan (recife de Scarborough). Vietnã, Brunei, Malásia e Filipinas estão, em partes, envolvidos na disputa.

Nos últimos dois anos, ocorreram vários incidentes envolvendo navios norte-americanos. Os EUA os enviam regularmente para patrulhar o mar do Sul da China perto de ilhas disputadas, que são consideradas pela China como sendo suas.

Apesar de protestos de Pequim, Washington declarou que os EUA continuarão navegando onde o direito internacional permitir.

  • Com agências internacionais


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below