Exercícios da OTAN perto da fronteira russa são provocação, revela especialista

Estônia informa que o exercício Tempestade da Primavera terá um efetivo de quase 7 mil militares da Aliança

blank

Google News

O serviço de imprensa do Estado-Maior das Forças de Defesa da Estônia informou que, entre os dias 17 de maio a 5 de junho, será realizado o exercício Tempestade da Primavera (Spring Storm), que conta com um efetivo de quase 7 mil militares de países da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).

O comandante da OTAN na Estônia, Coronel Paul Clayton, denominou os exercícios de “culminação de um ano de treinamento”, ressaltando que a “ameaça da Rússia continua sendo o maior problema de segurança” tanto para Estônia como para outros países da Europa.

O especialista militar russo, Ivan Konovalov, durante entrevista ao canal RT, afirmou que declarações como a do coronel pretendem camuflar ações hostis contra Moscou, observando que o aumento de forças da OTAN perto das fronteiras da Rússia contradiz os acordos anteriormente alcançados entre Moscou e a Aliança.

Ivan ainda avaliou as manobras militares do bloco na Estônia, e chamou o exercício de provocação, observando que são as ações da OTAN ameaçadoras para Rússia e não o contrário.

“Os destacamentos da OTAN estão localizados perto das fronteiras russas, constituindo uma violação direta do Ato Fundador das Relações Mútuas, Cooperação e Segurança entre a Rússia e OTAN assinado em 1997. O documento refere, especificamente, que as partes vão se esforçar para garantir transparência, previsibilidade e confiança mútua em relação à dimensão e às funções das forças militares”, afirmou.

Mas, na realidade, as tropas da Aliança estão regularmente perto das fronteiras russas, observou Konovalov, ressaltando que nos exercícios na Estônia serão conduzidas operações ofensivas, e não defensivas.

“Além disso, será aumentado o componente de exercícios de combate do bloco, especialmente no Leste Europeu. Já estamos vendo isso atualmente. Por exemplo, uma companhia de tanques francesa e helicópteros de ataque britânicos participarem da Tempestade da Primavera indica preparo para ações ofensivas, e não defensivas, como é comunicado no Ocidente”, explicou.

  • Com agências internacionais


Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

blank

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: