Exército Brasileiro emite nota sobre prisão de militares na Operação Cricket

De acordo com a nota, a instituição “não compactua com práticas irregulares entre seus quadros (...) A Força se empenha, rigorosamente, para que eventuais desvios de conduta sejam corrigidos dentro dos limites da lei”

blank

Google News

Exército Brasileiro (EB) emitiu nota se posicionando, sobre a prisão de militares acusados de cobrar para fraudar registros de armas. O grupo foi detido nesta terça-feira (26), durante a Operação Cricket, deflagrada pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

A operação resultou na apreensão de 70 armas de fogo e milhares de munições. É a maior apreensão de armas realizada pela corporação neste ano. Equipamentos como silenciadores e carregadores também foram localizados. A megaoperação foi realizada com auxilio de militares da Polícia do Exército (PE).

blankA ação teve como alvo um grupo criminoso organizado, com base em Brasília e voltado, há dois anos, à posse, ao porte e ao comércio ilegais de arma de fogo. De acordo com a corporação, o Exército contribuiu com as investigações conduzidas pela Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos (DRF), da Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Corpatri).

Confira, abaixo, a nota divulgada pelo Exército na íntegra:

O Exército Brasileiro, o Ministério Público Militar e a Polícia Civil do Distrito Federal deflagraram na manhã desta terça-feira, 26 de janeiro, uma Operação Interagências planejada com o objetivo de realizar prisões, buscas e apreensões, no contexto de processo que corre sob segredo de Justiça. O objetivo das ações foi auxiliar na apuração de possíveis ilícitos praticados por militares e civis na atividade de fiscalização de produtos controlados.

No âmbito da Força, foram executados hoje três mandados de prisão na região do Distrito Federal e Entorno. O Exército havia instaurado, desde os primeiros indícios de atividade ilícita, um Inquérito Policial Militar (IPM), no Comando Militar do Planalto.

  • Com informações do jornal Metrópole


Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

blank

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: