Expo Boat Show SP e a importância da participação da Marinha do Brasil

(Fonte: http://saopauloboatshow.com.br)

(Fonte: http://saopauloboatshow.com.br)

De 19 a 24 de Setembro ocorre a Boat Show edição São Paulo Expo.

O evento representa um mercado náutico de alta empregabilidade, só em São Paulo gera um fator de 27.000 pessoas alocadas na indústria de lanchas, botes, Iates, barcos, jet, infláveis e Naus de classe turística e embarcações de luxo, (segundo fonte G1).

(Fonte:http://g1.globo.com/sao-paulo/videos/v/novidades-dos-barcos-sao-apresentadas-na-sao-paulo-boat-show/7936739/)

Com Barcos beirando a margem mínima de 50 mil reais, dependendo da capacidade de navegação e propulsão, aliado aos acessórios de alta performance e luxo, chegando a quantias astronômicas de 18 milhões de reais, para exemplificar, cifras representativas maiores que os índices de investimentos da Fundação Osório (R$ 10.447.710,04) e Fundo de imprensa nacional (R$ 4.033.281,63) juntos, respectivamente: 0.02% e 0.01%da representação dos 10 Órgãos e Entidades Executoras que mais aplicam recursos na área de Defesa nacional, segundo o portal de Transparência da Controladoria Geral da União.

(Site:http://www.portaltransparencia.gov.br/funcoes/05-defesa-nacional?ano=2019)

Existente a vinte e dois anos, a feira, ressalta a importância de valorizar o mercado marítimo das empresas de construção náutica, setor este, que movimenta 5 Bilhões de reais por ano, levando em conta as variáveis econômicas do país. Segundo o Diretor regional Ernani Parcioniki, este mercado abre espaço para trabalhadores qualificados no serviço manual de confecção artesanal, carpinteiros e trabalhadores especializados em mão de obra voltada para “serviços marítimos”,(fibra de vidro, serralheiros, despachantes e atividades correlatas).

(Fonte: http://saopauloboatshow.com.br)

Visionariamente, a Marinha do Brasil participou da abertura desta edição 22ª em São Paulo, tal qual, feito no incio deste ano na edição do Rio de Janeiro, cujo a participação fora representada pelo 1ºDistrito Naval.

Para a abertura do evento, a Marinha do Brasil presenteou a todos com um repertório de músicas nacionais e internacionais interpretadas pela Banda do Comando do 8º Distrito Naval, que contou com a presença do Comandante, Vice-Almirante Claudio Henrique Mello de Almeida e demais autoridades náuticas.

.

(Fonte: http://saopauloboatshow.com.br)

E seu estande expositor, contendo maquete do submarino e reator nuclear que está em fase avançada de desenvolvimento, no qual o público terá a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre o desenvolvimento tecnológico nuclear que é realizado no Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo e as atividades elaboradas pelo Centro de Coordenação de Estudos da Marinha, desta forma valorizando e criando a consciência de “cultura do Mar”, como forma de multiplicação de informações e viabilização para o crescimento econômico e tecnológico no nosso País, (este dono de uma extensão territorial marítima de 900 mil km² em área costeira, cuja nossa amazônia azul representa 5.7 milhões de km² em área, ou seja, 67% de nosso território nacional), contando com riquezas de maior dimensão, através da atuação contínua e ativa da Marinha, colocando-se na vanguarda mundial da preservação e uso sustentável marítimo. E para apresentar a importância das atividades desempenhadas pela Segurança do Tráfego Aquaviário (STA) da Capitania dos Portos de São Paulo, estará no estande a embarcação de casco semirrígido que atua nas ações de Inspeção Naval para garantir a segurança da navegação e salvaguarda da vida humana, difundindo e conscientizando publicamente o pensamento estratégico de capacidade de defesa de território, de acordo com as normas legais previstas na Lei de Tráfego Aquaviário-9.537/97, (LETA), e Lei Nacional (LC. 97/99).

(Fonte:https://www.marinha.mil.br/dpc/)

 



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below