F-15IA comprado pelo IDF com a condição de que eles comprem o F-35

A compra já foi aprovada pelo governo americano, e a primeira aeronave deve chegar a Israel em 2023. Enquanto isso, a IAF continuará comprando aeronaves de ataque furtivo F-35. 

O desempenho do F-15 IA, considerado superior ao antigo F-15 – que tem sido utilizado pela IAF desde 1998 – foi o que influenciou a decisão

Resultado de imagem para F-15 IA

De fato, o novo F-15 pode voar longas distâncias, tem maior capacidade de sobrevivência, sistemas aviônicos digitais mais avançados e uma capacidade de transporte de munições muito melhor. O jato pode transportar até 13 toneladas de explosivos – capacidade incomparável com qualquer outra aeronave de ataque. 

No campo da guerra ar-ar, o avião F-15 IA é capaz de transportar 11 mísseis, além de 28 bombas pesadas e inteligentes para alvos terrestres.

Além disso, a aeronave tem a capacidade de transportar todas as armas à disposição da IAF, incluindo mísseis israelenses exclusivos, sistemas laser e eletro-ópticos e muito mais. 
Resultado de imagem para F-15 IA
O avião originalmente foi construído inicialmente pela Boeing para as forças aéreas do Qatar e da Arábia Saudita  e  a Força Aérea dos Estados Unidos (USAF), através da qual a IAF comprou os aviões, pois a USAF só aceitou liberar a venda por meio de cessão direta e depois de pressionar Israel a não solicitar a compra dos jatos. 


Isso porque os americanos tinham interesse em continuar o desenvolvimento da linha furtiva F-35, que foi adquirida pelas forças aéreas e navais dos militares dos EUA, e necessitavam de que Israel comprasse mais caças deste modelo para custear seus   futuros desenvolvimentos.

Resultado de imagem para F-15 IA
Mas no ano passado, a USAF começou a se interessar também pelo novo F-15 IA, e por isto deu a Israel luz verde para entrar em negociações para sua compra. Parece que os americanos concordaram em fornecer a Israel o novo avião, sob a condição de que os israelitas continuem comprando as aeronaves de ataque furtivas F-35.

Convenhamos é uma imposição verdadeiramente repugnante. Os defensores do F-35 apontam para a compra israelense do avião, mas não lhe contam dessa parte da história. 


O que a USAF fez os israelenses decidirem sob a mira de uma arma e disseram a eles que comprassem o F-35 ou não conseguissem o avião que queriam. 

Incrível, mas é verdade. 

Mas ignore isso. 

O que isso tudo realmente nos diz sobre o F-35? 

Porquê os israelenses estavam indo de um jeito diferente e queriam o F-15IA quando eles tinham tecnologia completa de ambos os aviões no F-35? 

Isso significa que o F-35 não está entregando como prometido. Puro e simples assim. 

JG



Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

 

Caso deseje conversar com outros usuários escolha um dos aplicativos abaixo:



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here