Força Aérea Brasileira celebra 30 anos de operação com o A-1

A Ala 4, em Santa Maria (RS), foi palco no dia 29 de novembro das homenagens aos 30 anos de operação do projeto Ítalo-Brasileiro AMX, designado na Força Aérea Brasileira (FAB) como A-1.

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, presidiu a cerimônia, e recebeu das mãos do piloto de A-1 mais moderno, a homenagem alusiva a operação do caça-bombardeiro na força.

Aproveitando da referencia ao momento, fora inaugurada uma placa com o registro de todos os pilotos operacionais de A-1 da FAB.

“Em três décadas, o AMX cumpriu uma variada gama de missões para a Força Aérea e hoje parabenizo todos aqueles que colaboraram, direta ou indiretamente, para o sucesso desse projeto, que proporcionou conquistas estratégicas para o Brasil e para a FAB”, disse o tenente-brigadeiro Bermudez.

As homenagens tiveram como objetivo, ainda, simbolizar a atuação de cada Grande Comando e da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), durante os 30 anos de história do A-1 na FAB.

O Adelphi 01, Brigadeiro do Ar Teomar Fonseca Quírico, realizou a entrega de placas alusivas ao evento aos militares. “Sinto muito orgulho em participar deste momento, vendo que o projeto evoluiu e continua operando com sucesso”, declarou o pioneiro da aeronave A-1.

Os pilotos pioneiros de A-1 na FAB e os Comandantes de ontem dos Esquadrões Poker, Centauro e Adelphi foram agraciados pelos Comandantes de hoje dos respectivos Esquadrões.

“É um marco chegar aos 30 anos da atuação do AMX na FAB com tantas missões realizadas. O sentimento que tenho é de orgulho de ser um piloto de A-1”, conta o Tenente-Coronel Aviador Murilo Grassi Salvatti, Comandante do Esquadrão Poker.

O Comandante das Escolas da Aeronáutica Militar Italiana, General de Esquadra Aérea Aurelio Colagrande, também participou da cerimônia e recebeu das mãos do Comandante da Aeronáutica uma distinção que simboliza a união do Brasil com a Itália no projeto AMX.

A solenidade contou ainda com a presença do Ex-Comandante da Aeronáutica Tenente-Brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato; do Ministro do Superior Tribunal Militar, Tenente-Brigadeiro do Ar Francisco Joseli Parente Camelo; do Comandante de Preparo, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Egito do Amaral; do Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), Carlos Augusto Amaral Oliveira; do Comandante das Escolas da Aeronáutica Militar Italiana, General de Esquadra Aérea Aurelio Colagrande; do Tenente-Brigadeiro Paulo Roberto Rohrig de Britto; de Oficiais-Generais da Aeronáutica, dentre outras autoridades civis e militares.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Com informações do Cecomsaer, Fotos: Soldado A Soares