Força Aérea Brasileira realiza transporte de mais de 1,9 tonelada de insumos hospitalares para o Amazonas

A Força Aérea Brasileira (FAB) em apoio as missões de ajuda ao combate ao Covid-19, tem feito uso de toda sua gama de aeronaves de transporte, até mesmo os recém incorporados KC-390 Millennium do Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT) – Esquadrão Zeus, estão trabalhando intensamente nas missões.

Neste sábado (06), o KC 390 – FAB 2854 – decolou às 9h30, da Ala 1 (Brasília) com mais de 1.970 quilos de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e insumos hospitalares. A aeronave seguiu para São Gabriel da Cachoeira (AM), onde pousou às 14h55 (horário de Brasília). A missão de Transporte Aéreo Logístico ocorre em apoio à Operação COVID-19.

A bordo estavam máscaras cirúrgicas, álcool em gel, luvas, testes de COVID-19, aventais descartáveis, protetores faciais, toucas, medicamentos, além de profissionais de saúde que atuarão no município amazonense, sendo 9 militares do Hospital das Forças Armadas (HFA), 2 da Força Aérea Brasileira, 2 da Marinha do Brasil e 5 do Exército Brasileiro.

Todo esse aparato será utilizado para auxiliar no combate ao novo Coronavírus. A operação, deflagrada pelo Ministério da Defesa (MD), ocorre sob a coordenação do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) junto ao Centro de Operações Conjuntas (COC) do MD, em apoio ao Ministério da Saúde.

O Capitão Aviador Phelipe Machado de Souza, um dos pilotos da aeronave, explica a relevância da ação. “Diante de todas as dificuldades que a pandemia de COVID-19 nos traz, é gratificante poder participar de mais uma missão em que transportamos diversos itens para o extremo norte do país”, destacou.

Loadmaster (mestre de carga) que executou a missão, Sargento Laudson do Prado Rosa, falou sobre a responsabilidade da missão. “Para mim, é uma grande honra poder participar, mais uma vez, de uma missão da FAB de enfrentamento à COVID-19. Tenho certeza de que estaremos ajudando muitas pessoas na região Amazônica”, afirmou.

Os tripulantes do KC-390 Millennium, estão aproveitando para se qualificarem na operação da aeronave. A missão de transporte de material foi feita em aproveitamento, tendo atendido a uma das demandas da Operação COVID-19.

Neste caso, houve a participação do COMAE, no acionamento das missões de Transporte Aéreo Logístico, e do Comando de Preparo (COMPREP), responsável pelo desenvolvimento da doutrina utilizada no preparo operacional dos tripulantes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Com informações do Cecomsaer; Fotos:  Tenente Cristiane / CECOMSAER, Tenente Xavier / Ala 1 e Sargento Ícaro / São Gabriel da Cachoeira


Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

 

Caso deseje conversar com outros usuários escolha um dos aplicativos abaixo:



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail