Força Aérea de Portugal celebra 42 anos da Esquadra 751, sob o lema “Para que outros vivam”

A Força Aérea de Portugal (FAP) celebrou no último dia 28 de abril, 42 anos de existência, da Esquadra 751 – “Pumas”, tendo ao longo deste período o esquadrarão salvo 4274 vidas, sob o lema “Para que outros vivam”.

Recentemente, na madrugada do dia 26 de abril, o “751” efetuou o resgate de um tripulante, de 55 anos, que necessitava de assistência médica urgente e navegava a bordo do navio “Nave Galatic” a 314 km do Porto.

São milhares de horas de voo efetuadas pelos militares desta esquadra que, com espírito de missão, sacrifício e dedicação, colocam a missão acima de tudo e arriscam a sua vida para que outros vivam.

Histórico do Esquadrão

Criado em 28 de abril de 1978. Após o período de adaptação, os helicópteros SA-330 PUMA sofreram ligeiras modificações e foram aplicados na execução de missões de Busca e Salvamento nas áreas de responsabilidade atribuídas a Portugal no âmbito dos seus compromissos internacionais.

Pode se salientar que as regiões de responsabilidade de salvamento atribuídas a Portugal, coincidentes com a Região de Informação de Voo (FIR) de Lisboa e Sta. Maria, representam a maior área de responsabilidade da Europa.

Além de Busca e Salvamento (SAR) a Esquadra 751 executa outras missões, no âmbito estritamente militar, o apoio tático e outras missões de interesse público, como é o caso das missões de vigilância marítima.

Em 2005 a Esquadra 751 passou a contar com o helicóptero AgustaWestland EH-101 Merlin, que substituiu o consagrado PUMA. Este foi um marco extremamente significativo pois permitiu à Esquadra ficar dotada de tecnologia de ponta e também aumentar a sua capacidade de operação.

Este aumento de capacidades foi já traduzido centenas de vidas salvas. Após a introdução do EH-101 “Merlin” existiu uma reestruturação do dispositivo SAR (busca e salvamento) nacional e assim os cerca de 100 militares que compõem a Esquadra 751 trabalham para que a mesma tenha, 24 horas por dia, 365 dias por ano, uma tripulação de alerta permanente na Base Aérea N.º 6, Montijo, uma tripulação e aeronave no AM3 Porto Santo e duas tripulações e duas aeronaves na Base Aérea N.º 4, Lajes.

Ao longo de mais de 39 anos de história, a Esquadra 751 já executou mais de 56.800 horas de voo (mais de 23.459 horas com a aeronave EH-101 Merlin) e salvou mais de 3678 vidas, continuando no seu dia a dia a honrar o seu lema “Para que outros vivam”!

  • Com informações da FAP


Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

 

Caso deseje conversar com outros usuários escolha um dos aplicativos abaixo:



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail