Forças Aeroespaciais Russas na Síria efetuam pesados ataques contra terroristas em Idlib

blank
Imagens dos ataques da Aviação Russa em Idlib. Fotos de Ammar Alzeer.

Em 17 de setembro, aviões de ataque das Forças Aeroespaciais Russas realizaram pelo menos dez ataques aéreos na região de Grande Idlib, no noroeste da Síria.

Os ataques aéreos tiveram como alvo instalações na montanha Sheikh Barakat, nos arredores da cidade de Darat Izza, no interior de Aleppo. Várias posições e fortificações de Hay’at Tahrir al-Sham (HTS), afiliado à Al-Qaeda, o governante de fato da Grande Idlib, estão localizadas na montanha. Os militares turcos também mantêm um posto nas proximidades.

Apesar de existirem denúncias de observadores internacionais que os ataques da Aviação Russa estariam causando danos materiais e até mesmo fatalidades entre a população civil, nada foi provado com imagens convincentes.

De acordo com ativistas pró-oposição sírios baseados na Grande Idlib, os ataques aéreos foram realizados por três aviões de guerra Su-34 e Su-24.

Os ataques aéreos foram uma resposta às recentes violações do cessar-fogo na Grande Idlib, que foi intermediado pela Rússia e pela Turquia há mais de um ano.

Um dia antes, o Centro de Reconciliação da Rússia na Síria, encarregado de monitorar o cessar-fogo na Grande Idlib, documentou 29 ataques do HTS. Um dos ataques matou um militar sírio.

O cessar-fogo na Grande Idlib mal está se sustentando. De acordo com relatórios recentes , o Exército Árabe Sírio e seus aliados podem iniciar uma operação militar na região em breve. Os principais objetivos da operação serão deter a HTS e reabrir a rodovia Lattakia-Aleppo, conhecida como M4.

No nordeste da Síria um ataque suspeito atribuído à Rússia

Em 17 de setembro, um avião de guerra não identificado realizou um ataque aéreo em um campo vazio perto da cidade de Abu Khashab, no campo oriental de Deir Ezzor, que é mantido pelas Forças Democráticas Sírias apoiadas pelos EUA (SDF).

Os restos do que parece ser uma bomba cluster de fabricação soviética foram encontrados no local do ataque. Não foram relatadas vítimas ou perdas materiais.

Uma série de fontes de notícias de Deir Ezzor afirmaram que o ataque aéreo foi realizado por um avião de guerra russo ou um drone. Alguns até sugeriram que o ataque aéreo foi realizado como parte de um teste ou exercício.

Essas afirmações ainda não foram confirmadas. Não houve comentários sobre o incidente pelo Ministério da Defesa da Rússia, o SDF ou a coalizão liderada pelos EUA.

As Forças Aeroespaciais Russas (VKS) operam regularmente no nordeste da Síria, onde centenas de soldados russos estão presentes. No entanto, nunca realizou ataques aéreos na região controlada pela SDF devido à acordos que respeitam a presença de tropas dos EUA na região.

A situação no nordeste da Síria continua instável. Os ataques aéreos podem ter sido realizados pelo VKS contra células do ISIS ou outros grupos terroristas que planejam um ataque às tropas russas ou a outros lados da região.

  • Com informações SANA Syria, SOHR – Syrian Observatory for Human Rights, France Inter, via redação Orbis Defense Europe/ Genebra.