Fotos do novo porta-aviões japonês JS Izumo após as modificações

Oficialmente classificado como um contratorpedeiro de operação multiuso, ele é o navio líder na classe Izumo da Força de Autodefesa Marítima do Japão

blank

De acordo com um tweet publicado pela Alsace_class no último dia 25 de junho, as fotos revelam uma nova cabine de comando do futuro porta-aviões JS Izumo e mudanças nas marcações da cabine de comando.

O JS Izumo (DDH-183) é um porta-helicópteros que, a partir de 2020, está sendo convertido em porta-aviões leves. Oficialmente classificado como um contratorpedeiro de operação multiuso, ele é o navio líder na classe Izumo da Força de Autodefesa Marítima do Japão (JMSDF). 

blankEle é o segundo navio de guerra a ser nomeado em homenagem a província de Izumo, com o navio anterior sendo o cruzador blindado Izumo (1898).O navio pode transportar até 28 aeronaves ou 14 aeronaves maiores. 

Mas a JMSDF planeja utilizar apenas sete helicópteros ASW e dois helicópteros SAR como aeronaves orgânicas do porta-aviões. Dependendo da operação, ele pode transportar 400 soldados e 50 caminhões de 3,5 toneladas, ou equipamento equivalente.

O convoo possui cinco pontos para pouso de helicópteros que permitem pousos e decolagens simultâneos. Em 2020, Izumo iniciou a conversão para operar aeronaves de caça F-35B. 

blankO porta-aviões estava passando por modificações, para colocar o reforço da resistência ao calor do convés e a instalação de equipamentos de alimentação para permitir o pouco e decolagem do F-35B.

As obras para modificação do formato da proa em quadrângulo, para a operação segura do F-35B e a manutenção dos compartimentos internos estão programadas para serem realizadas na segunda reforma, a partir do final de 2024. Não há planos para se instalar uma catapulta ou uma pista inclinada.

  • Com informações do site Navy Recognition, fotos: Alsace_class
  • Tradução e Adaptação: DefesaTV