Fragata “Defensora” cumpre segunda etapa para retorno ao ma

Foram preenchidos protocolos de testes dos motores de combustão principais e a análise de vibração de equipamentos diversos

blank
Fragata navega pelo canal de Cotunduba

A Fragata “Defensora” (F-41), navio escolta da Classe Niterói, realizou entre os dias 3 e 6 de junho, a segunda etapa de suas provas de mar.

Durante as avaliações de mar, foram preenchidos protocolos de testes dos motores de combustão principais (MCP), concluído o procedimento de paralelismo entre os MCP e foi realizada a análise de vibração de equipamentos diversos.

blank
Fragata Defensora, durante os testes na Baía da Guanabara

Mais uma vitória foi alcançada e a “Deusa”, como a F-41 é conhecida na Esquadra Brasileira, avança, a todo pano, em direção as próximas fases do seu cronograma de retorno ao mar.

A Fragata “Defensora” é o segundo navio a ostentar esse nome na Marinha, com batismo em 27 de março de 1975, primeira saída para o mar em 1976 e incorporação em 1977, sendo a sucessora da pioneira Corveta “Defensora”, construída em 1828.

  • Com informações do CCSM