Fronteira entre Líbano e Israel tem ‘incidente de segurança’

Um “incidente de segurança” foi registrado nesta segunda-feira (27) na tríplice fronteira entre Israel, Líbano e Síria, informou o governo israelense. Segundo um porta-voz do Exército israelense, militares pediram para que os moradores não saíssem de suas casas enquanto a situação estivesse ocorrendo.

As primeiras informações da mídia israelense apontam que seria uma tentativa de atentado do grupo Hezbollah libanês contra os militares já que, nos últimos dias, a tensão nos dois lados da fronteira vem aumentado.

Já a imprensa libanesa afirma que os militantes do Hezbollah abriram fogo contra militares israelenses ao longo da chamada Linha Azul entre os três países e o Exército respondeu com disparos.

A demarcação foi criada pelas Nações Unidas em 2000 para tentar atenuar os conflitos na área com a saída de Israel do território ocupado no Líbano, mas a medida não é reconhecida oficialmente por Beirute. A área específica do incidente fica na região de Monte Hermon, na extremidade sul do Líbano.

O premier israelense, Benjamin Netanyahu, se reuniu com políticos e militares no Ministério da Defesa após ser informado da crise na região e afirmou aos jornalistas, antes de entrar no encontro, que “está em curso um incidente não simples” na região.

O porta-voz da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Unifil), Andrea Tenenti, informou à ANSA que os fatos estão sendo acompanhados de perto pelas lideranças internacionais.

Segundo Tenenti, o comandante em chefe da Unifil, general Stefano Del Col, está em contato direto com ambas as partes e que ele pediu que as partes “mantenham o máximo controle da situação”.

Os conflitos armados entre Líbano e Israel na fronteira existem desde 1968 e, atualmente, há um acordo de cessar-fogo, que entrou em vigor em 2006. No entanto, diversos focos de confronto são registrados na área, mantendo o nível de vigilância da Unifil elevado.

  • Com informações da agências ANSA


Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Ninguém do DefesaTV está autorizado a entrar em contato com os leitores. Caso deseje de alguma informação envie um e-mail [email protected]

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!