Frota do Pacífico da Rússia receberá novos submarinos nucleares e convencionais

blank
Imagem ilustrativa com foto via Russian Federation MoD.

O chefe de gabinete do comando de submarinos da Frota do Pacífico, Contra-Almirante Arkady Navarsky, afirmou que nos próximos anos, novos submarinos serão entregues à Frota Russa do Pacífico, sendo quatro submarinos: dois da classe Borey e dois da classe Yasen. A construção está quase completa e alguns deles já participam de testes de mar .

Os cruzadores atualizados do Projeto 955 “Borey-A” são submarinos nucleares de quarta geração, portadores de mísseis balísticos intercontinentais de propelente sólido R-30 “Bulava”.

Esses submarinos recebem os nomes de comandantes russos, o que é tradicional para navios de guerra russos. Agora os testes do “Knyaz Oleg” e a construção do “Generalíssimo Suvorov” estão sendo concluídos.

Os submarinos nucleares multiuso do Projeto 885M Yasen-M são equipados com mísseis de cruzeiro Onyx, Zirkon ou Kalibr. Agora os submarinos “Novosibirsk” e “Krasnoyarsk” estão sendo preparados para testes.

Além disso, uma série de seis submarinos diesel-elétricos do Projeto 636.3 se juntarão à Frota do Pacífico até 2024, informou a assessoria de imprensa do Ministério da Defesa.

Todo esse implemento, incluíndo incrementos estruturais e de pessoal fortalecerá significativamente o componente naval das Forças Nucleares Estratégicas da Rússia, acrescentou Navarsky.

“Em 2024, uma série de seis submarinos diesel-elétricos do Projeto 636.3 serão totalmente construídos e colocados em operação com a Frota do Pacífico. A série está sendo construída pelo Estaleiro Admiralty integrado à United Shipbuilding Corporation. A construção de cada um dos submarinos está adiantada ”, disse o comandante-em-chefe da Marinha, almirante Nikolai Yevmenov.

O primeiro submarino Petropavlovsk-Kamchatsky foi entregue à Marinha em novembro de 2019. O segundo sub Volkhov juntou-se à Frota do Pacífico em 24 de outubro de 2020. O terceiro submarino Magadan foi colocado em operação com a Marinha Russa em 12 de outubro. O trabalho está em andamento a bordo o quarto submarino Ufa para criar seu casco leve, colocar oleodutos e cabos elétricos, instalar revestimento acústico.

Em 23 de agosto de 2021, o Estaleiro do Almirantado instalou os submarinos Mozhaisk e Yakutsk diesel-elétricos. Pintura, isolamento e trabalho elétrico estão em andamento no submarino Mozhaisk. Os testes hidráulicos da unidade de proa estão programados para o final do ano. O casco do submarino Yakutsk está sendo construído.

Enquanto isso, navios de guerra russos e chineses conduziram a primeira patrulha conjunta na parte ocidental do Oceano Pacífico de 17 a 23 de outubro, disse o Ministério da Defesa da Rússia.

“O patrulhamento conjunto demonstrou as bandeiras dos estados da Rússia e China, manteve a paz e a estabilidade na região da Ásia-Pacífico e protegeu as instalações da atividade econômica marítima de ambos os países. Durante a patrulha, o grupo de navios de guerra navegou pelo estreito de Tsugaru pela primeira vez. ”

A Marinha russa foi representada na força-tarefa naval conjunta de dez navios de guerra pelas forças da Frota do Pacífico que incluíam o navio de medição Marechal Krylov, o almirante Tributs e os grandes navios de guerra anti-submarino do Almirante Panteleyev, e os Aldar Tsydenzhapov e as corvetas Gromky do projeto 20380.

A Marinha chinesa foi representada pelos destróieres Kunming e Nanchang, pelas corvetas Qinzhou e Luzhou e pelo navio de abastecimento Dongpinghu.

Os marinheiros russos e chineses praticavam manobras táticas conjuntas e realizavam uma série de exercícios. Os navios de guerra cobriram uma distância total de mais de 1.700 milhas náuticas em sua patrulha conjunta.

Abaixo, vídeos ilustrativos sobre as atividades e novidades da Frota Russa do Pacífico:

  • Fonte: Russian Ministry od Defense, via redação Orbis Defense Europe/Genebra.