Futuros oficiais de saúde da Força Aérea Brasileira realizam treinamento operacional e exercício de campanha

Fotos: Soldados Adrian e De Melo/CIAAR

Fora ministrado entre os dias 1º a 4 de abril, pelo Instituto de Medicina Aeroespacial (IMAE) da Força Aérea Brasileira (FAB), o Curso de Adaptação em Saúde Operacional (CASOP) para alunos do Curso de Adaptação de Médicos (CAMAR), Dentistas (CADAR) e Farmacêuticos (CAFAR), que estão em formação no Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), em Lagoa Santa (MG).

O CASOP tem como objetivo capacitar os alunos a prestarem suporte básico de vida em condições adversas, além de exercerem funções de gerenciamento, coordenação e auxílio no atendimento de emergências.

“O CASOP, além de fornecer aos profissionais de saúde que ingressam na FAB uma noção do que é o apoio logístico de saúde para uma Força Armada, a ser usada em combate e situações operacionais, valoriza também a parte de atendimento pré-hospitalar, que é das mais importantes para o salvamento de vidas”, explicou o Tenente Médico Gustavo Messias Costa, um dos instrutores do curso.

“Fico muito contente em ver que os alunos, desde seu período de formação, estão se ambientando a esses conceitos e vão guardar estes conhecimentos por muitos anos, investindo na FAB de modo a aumentar sua capacidade operacional por conta deste apoio específico que, a partir de agora, prestarão à Força”, completou o oficial.

Ao longo da semana, 88 alunos participaram de instruções teóricas e práticas sobre atendimento pré-hospitalar; imobilização e transporte aéreo de vítimas; cuidados com ferimentos e queimaduras; como agir em situação de afogamento e de ataques de animais peçonhentos, dentre outras.

O médico e futuro oficial da FAB, Rafael Machado de Oliveira Lima, ressaltou a importância do curso. “Foram diversas instruções importantes, cujo conteúdo, mesmo como médico formado, não tive contato na faculdade. Houve diversas abordagens das quais eu não tinha noção alguma e que considero muito importantes na formação dos profissionais de saúde da FAB”, destacou.

Exercício de Campanha

Após uma semana de superação de limites, cerca de 160 futuros oficiais FAB em formação no CIAAR, concluíram, na sexta (22), o Exercício de Campanha, realizado no Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA-LS).

O exercício, que proporciona a vivência mínima das condições de atuação em um ambiente hostil e testa os limites dos participantes começou com uma marcha de 8 km até a área do acampamento onde foram ministradas aulas teóricas e práticas de sobrevivência. Os estagiários consumiram ração operacional e aprenderam técnicas de busca por alimentos, preparação de armadilhas, camuflagem, primeiros socorros, construção de abrigos e armadilhas, entre outras.

O Comandante do CIAAR, Brigadeiro Mário, participou do final do exercício e dirigiu-se aos estagiários. “Tenho certeza que todos os senhores e senhoras, a partir de agora, sentem-se muito mais preparados e dignos. Mais um degrau foi atingido, tenho certeza que foi um degrau difícil, pois a vitória sempre será maior se a conquista for merecida”, disse.

Para o engenheiro mecânico Flávio Érico dos Santos, o exercício de campanha proporciona o desenvolvimento do companheirismo e do trabalho em grupo. “Principalmente em um ambiente de selva em que a união para sobreviver é de extrema importância. Essa também foi a oportunidade que tivemos para exercer a liderança e entendermos nossos limites”, contou.

A atividade faz parte do treinamento militar dos alunos do Curso de Adaptação de Médicos, Dentistas e Farmacêuticos (CAMAR; CADAR; CAFAR), do Estágio de Adaptação de Oficiais Engenheiros (EAOEAR), do Estágio de Adaptação de Oficiais de Apoio (EAOAP), do Estágio de Instrução e Adaptação para Capelães (EIAC), do Curso de Formação de Oficiais Especialistas (CFOE) e do Estágio de Adaptação e Serviços (EAS).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: Centro de Comunicação da Aeronáutica

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here