Gamers vão ensinar IA a pilotar enxames de drones militares

Um time de pesquisadores da Universidade de Buffalo está desenvolvendo uma inteligência artificial para drones de guerra que tem como inspiração o comportamento dos gamers em momentos decisivos. Feito em parceria com a agência militar estadunidense DARPA (Defense Advanced Research Projects Agency), o projeto mapeia dados como movimentos dos olhos e ondas cerebrais de jogadores para serem utilizados no desenvolvimento de um algoritmo.

O estudo está sendo feito com um jogo desenvolvido especificamente para o projeto, mas que tem como inspiração games de estratégia em tempo real como Starcraft e Company of Heroes. Após obter a quantidade necessária de dados, o time de Inteligência Artificial da Universidade de Buffalo vai aplicar o conhecimento no treino de um algoritmo que será aplicado em um enxame de drones.

Fonte: Universidade de Buffalo/Reprodução

De acordo com informações reveladas no site da instituição, a inteligência artificial que nascerá do projeto servirá para controlar um grupo de 250 drones, que terá modelos aéreos e terrestres agindo em sincronia. Graças aos dados obtidos com o comportamento dos jogadores, a equipe de desenvolvimento espera criar um sistema que vá além de imitar seres humanos e seja capaz de tomar decisões complexas de maneira rápida, mesmo em situações complicadas ou de perigo.

“Pode haver uma perda repentina de visibilidade por causa de fumaça durante uma emergência, por exemplo. Os robôs precisam ser capazes de se comunicar e se adaptar efetivamente a desafios como esse”, explica Souma Chowdhury, professor assistente de engenharia aeroespacial e mecânica que participa do estudo. “Não queremos que o sistema de IA imite apenas o comportamento humano, queremos que ele forme uma compreensão mais profunda do que motiva as ações humanas”.

De acordo com a Universidade de Buffalo, a equipe por trás da pesquisa recebeu um incentivo fiscal de US$ 316 mil do governo dos Estados Unidos. Ainda não existe uma previsão de quando a inteligência artificial baseada no comportamento dos gamers será colocada em ação, porém, como o projeto foi revelado no mês passado, ainda deve demorar para termos novidades práticas da iniciativa.

Fontes