General de Exército Ramos será o novo ministro da Secretaria do Governo

O general de exército Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira, atual comandante militar do Sudeste (CMSE), será o novo ministro da Secretaria do Governo. A informação foi confirmada pelo gabinete do porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros.

Ele assume o lugar do general Santos Cruz, que foi demitido nessa quinta-feira (13) pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. Ao contrário dos outros ministros militares e do próprio vice-presidente general Hamilton Mourão,o general Ramos está na ativa ainda.

Como comandante militar do Sudeste, ele fica baseado em São Paulo e está atualmente no interior do estado para inspeção em uma operação militar, de acordo com informações da assessoria do CMSE.

Leia mais:

Para seu lugar deverá de assumir interinamente, o comandante da 2ª Divisão de Exército (2ª DE), general de divisão André Luis Novaes Miranda, até que o alto comando do Exército Brasileiro, escolha um novo substituto.

Até o momento ainda não se tem informação de quando o general Ramos deixa o cargo no CMSE para assumir a nova função em Brasília ou em que momento se reunirá com o presidente Jair Bolsonaro.

Além de comunicação e articulação política, a Secretaria de Governo também tem na sua alçada o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), de projetos com capital privado na área de infraestrutura.

Currículo

O general do exército Ramos foi vice-chefe do Estado-Maior do Exército e atuou como Force Commander da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti.

Natural do Rio de Janeiro, ele é praça de 1973, tendo sido declarado Aspirante a Oficial da Arma de Infantaria em 1979 e havia sido promovido ao Comando Militar do Sudeste (CMSE) em novembro de 2017.

Em julho do ano passado, ele participou de uma solenidade do aniversário do Comando Militar do Sudeste e afirmou o seguinte sobre as eleições:

“Nosso comandante, o general Villas Bôas afirma: ‘Não há atalho fora da democracia ou da nossa Constituição’. Não temos lado. Quando me perguntam, general, qual o seu partido, qual o seu candidato? Eu digo: meu partido é a Pátria; meu candidato é o Exército brasileiro.”

You may also like



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below