General Ramos toma posse como ministro da Secretaria de Governo

Solenidade de Posse do general Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira como ministro-chefe da Secretaria de Governo. Foto: Marcos Corrêa/PR

O general de exército, Luiz Eduardo Ramos Baptista Oliveira, foi empossado nessa quinta-feira (4) pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto. Ele passa a ocupar o cargo de ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República.

Entre as atribuições está a de assessorar o presidente na interlocução com os estados, municípios e o Distrito Federal; na articulação política com o Congresso Nacional; no relacionamento com as entidades civis organizadas e na comunicação do Poder Executivo com a sociedade.

“Temos ao nosso lado parlamentares e senadores imbuídos, cientes, cônscios de que juntos nós podemos mudar o destino do nosso Brasil”, opinou o presidente Bolsonaro durante a solenidade de posse.

O general Ramos disse estar ciente das responsabilidades do cargo: “Muitas pessoas me disseram que eu teria uma missão difícil e espinhosa. Mas eu considero que o presidente Jair Bolsonaro me deu um presente, um privilégio. Será uma honra fazer a articulação com o Legislativo.

Vou poder trabalhar novamente com a Casa do Povo, com o Congresso Nacional”. Ramos foi assessor parlamentar do Comando do Exército entre 2003 e 2005.

Para o presidente Bolsonaro, a experiência de Ramos será fundamental para a parceria com o Congresso na discussão e aprovação de pautas importantes para o país, como a da Nova Previdência.

“E ele entra em campo, hoje em dia, num momento em que interessa a todos do Brasil, não apenas, obviamente, ao Parlamento. A Nova Previdência: não temos plano B. Nós, nós todos, o plano é esse, o plano A. E ele entra agora, também, buscando aí soluções para essa questão”, destacou o presidente.

General Ramos

O general Luiz Eduardo Ramos possui, dentre outros, os seguintes cursos: Básico Paraquedista, Ações de Comandos, Forças Especiais, Mestre de Salto, Salto Livre, Aperfeiçoamento de Oficiais de Infantaria (EsAO – 1990), Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME – 1997), Curso de Processo Legislativo no Congresso Nacional, em 2003, e Curso de Política, Estratégia e Alta Administração do Exército (CPEAEx – 2006). Possui mestrado em Operações Militares e Doutorado em Ciências Militares. No exterior, concluiu o Senior Military Leadership Course, em Oman, Jordânia (2010).

Entre suas diversas missões, foi designado Oficial do Gabinete do Comandante do Exército para exercer a função de assessor parlamentar, de 2003 a 2005, quando assumiu a função de Adido Militar de Defesa em Israel, posto que exerceu até julho de 2007. Exerceu também a função de Force Commander na Missão de Paz do Haiti, onde teve sob seu comando cerca de 10 mil oficiais de 19 países.

  • Com informações da Secretaria de Governo


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below