Governo australiano seleciona o MQ-9B da General Atomics para o Projeto Air 7003

A empresa General Atomics Aeronautical Systems, Inc. (GA-ASI), líder mundial de sistemas de aeronaves pilotadas remotamente (Remotely Piloted Aircraft Systems, RPAS), foi selecionada pelo governo australiano para o fornecimento da variante MQ-9B SkyGuardian à Força de Defesa Australiana (Australian Defence Force, ADF), no âmbito do Projeto Air 7003.

A escolha segue o anúncio do governo em novembro de 2018 de que, a GA-ASI forneceria RPAS armados à ADF. O primeiro MQ-9B deve ser entregue já no início de 2020. “Trabalhamos em estreita colaboração com a ADF para determinar o RPAS certo para atender às suas necessidades”, disse Linden Blue, CEO da GA-ASI.

O MQ-9B fornecerá suporte para todas as condições climáticas, multimissão e interoperabilidade que a ADF exige. É esperado um trabalho estreito de colaboração com parceiros australianos do setor, para o fornecimento de um RPAS de alta capacidade à ADF, onde ao mesmo tempo serão criados empregos de alta tecnologia na Austrália.

A ADF se une a outras forças militares de primeira linha na escolha de um RPAS da GA-ASI por causa de seu desempenho comprovado em combate multifunções. O MQ-9B faz parte da série RPAS Predator da GA-ASI, que é um RPAS armado de média altitude e longa resistência (Medium-altitude, Long-endurance, MALE) de maior altitude e confiabilidade do mundo, oriundo de uma família de aeronaves com mais de seis milhões de horas de voo.

A Real Força Aérea (Royal Air Force, RAF) do Reino Unido está adquirindo o MQ-9B como parte de seu programa Protector RG Mk1 e a primeira entrega está programada para o início de 2020. O governo da Bélgica aprovou a negociação do Mistério da Defesa belga para a aquisição do MQ-9B para atender aos requisitos de RPA do país.

O desenvolvimento do MQ-9B é o resultado de um programa de cinco anos, financiado pela empresa, para fornecer um sistema de aeronaves não tripuladas para atender aos rigorosos requisitos de certificação de tipo de aeronavegabilidade das autoridades da OTAN e da aviação civil em todo o mundo.

O MQ-9B foi provisionado para o sistema Detectar e Evitar (Detect and Avoid, DAA) desenvolvido pela GA-ASI, que consiste em radar ar-ar, Sistema de Alerta de Tráfego e Prevenção de Colisão (Traffic Alert and Collision Avoidance System, TCAS II) e Transmissão Automática de Vigilância Dependente (Automatic Dependent Surveillance-Broadcast, ADS- B).

O MQ-9B foi desenvolvido para desempenho em qualquer clima, com proteção contra raios, tolerância a danos e sistema de degelo. A GA-ASI anunciou sua intenção de oferecer um RPAS MALEàADF durante a AVALON 2017, com o lançamento do Team Reaper Australia, um grupo robusto de parceiros australianos do setor.

Atualmente, a equipe é composta por dez empresas australianas de nível internacional que fornecem uma gama de capacidades inovadoras de sensores, comunicação, fabricação e suporte ao ciclo de vida, inclusive Cobham (parceiro líder do setor), CAE, Raytheon, Flight Data Systems, TAE Aerospace, Quickstep, AirSpeed, Collins Aerospace, Ultra e SentientVision.

Sobre a GA-ASI

A General Atomics Aeronautical Systems, Inc. (GA-ASI), uma sociedade coligada da General Atomics, é um projetista e fabricante líder de sistemas confiáveis de aeronaves remotamente pilotadas (Remotely Piloted Aircraft, RPA), radares e sistemas de eletro-ótica e missões relacionadas, inclusive a série de RPA Predator e o radar multimodo Lynx.

Com quase 6 milhões de horas de voo, a GA-ASI oferece aeronaves de longa resistência com capacidade para realização de missões com sistemas integrados de sensor e link de dados necessários para oferecer um voo contínuo que permite o conhecimento circunstancial e ataques rápidos.

A empresa também produz diversas estações de controle terrestre e software de controle de sensores/análise de imagens, oferece treinamento para pilotos e serviços de apoio e desenvolve antenas de metamaterial. Para obter outras informações, acesse www.ga-asi.com.