Governo do Rio Grande do Sul entrega 3 mil coletes balísticos para a Brigada Militar

blank

O governo do Estado do Rio Grande do Sul entregou na última quinta-feira (27), mais de 3 mil novos coletes balísticos para a Brigada Militar (BM). Os equipamentos, avaliados em R$ 2,7 milhões, têm validade de seis anos e resistem a tiros de pistola 9 milímetros e revólver calibre 44.

O destino será para todos os comandos regionais, mas com prioridade para a Região Metropolitana onde há o maior efetivo. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) informa que ainda está sendo fechada a lista com o número de equipamentos que será enviado a cada comando e que todos são do nível 3, um dos mais resistentes.

Os aparelhos foram adquiridos com recursos do Fundo Especial da Segurança Pública (Fesp) e o ato simbólico de entrega ocorreu em frente ao Palácio Piratini, em Porto Alegre, na tarde desta quinta.

O evento teve a presença do governador Eduardo Leite, vice-governador e titular da SSP, Ranolfo Vieira Júnior, além do comandante-geral da Brigada, coronel Rodrigo Mohr Picon.

A SSP informa que coletes são materiais de proteção individual e considerados imprescindíveis à segurança dos agentes e da sociedade. A Secretaria ressalta que, além dos mais de 3 mil coletes entregues nesta quinta-feira, outros 3,3 mil foram destinados à BM no ano passado.

Os equipamentos adquiridos servirão para repor outros que têm vencimento neste ano. Conforme o coronel Mohr Picon, cerca de 2,2 mil coletes devem vencer em maio. Os novos equipamentos irão repor os antigos. Atualmente, a BM conta com 18 mil coletes, segundo o oficial.

“Todo o policial que está na rua precisa estar com colete. Adquirimos número maior do a quantidade que vai vencer, para reposição. Nunca é demais”, afirma. “É uma renovação planejada, fazendo com que o nosso brigadiano esteja com o equipamento de proteção individual em dia”, complementa o vice-governador.

No evento, o governador enalteceu a queda no número de crimes no Estado, verificada nos últimos meses. Há um compromisso muito forte da gestão com a segurança pública e é preciso ter estrutura pra trabalhar. Nesse sentido, viaturas e coletes são fundamentais para a proteção desses profissionais e da sociedade gaúcha como um todo.

O presidente da Associação dos Sargentos, Subtenentes e Tenentes da Brigada Militar (ASSTBM), Aparício Santelano, diz que o número de coletes entregues não vai resolver o problema enfrentando com este tipo de material, mas garante que vai ajudar bastante.

Viaturas

Nesta quinta-feira, também foram oficialmente entregues à BM oito novas viaturas. Os veículos, caminhonetes L200 Triton, serão destinados para Porto Alegre (seis), Viamão e Batalhão de Aviação. As viaturas foram avaliadas em R$ 1,1 milhão. As verbas também são provenientes do Fesp, multas e convênios com o Detran.

  • Por: Cid Martins e Bruna Viesseri, GauchaZH