Grupamento de Fuzileiros Navais de Ladário realiza encerramento do Curso de Operações do Pantanal

blank

Treze dos trinta alunos que iniciaram o Curso Expedito de Operações no Pantanal (C-Exp-OPant) 2019, conhecido como “Jacarezinho” concluíram o curso, que se encerrou na quarta-feira (05), em cerimônia militar realizada no Grupamento de Fuzileiros Navais de Ladário (GptFNLa), o qual é comandado pelo capitão de fragata (FN) Anderson Veras Marques.

O curso teve início no dia 22 de abril e, após 45 dias de adestramentos rigorosos, formaram-se: 01 Oficial Fuzileiro Naval, 01 Oficial do Exército Brasileiro, 02 Cabos do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, 01 Marinheiro e 8 Soldados Fuzileiros Navais.

O Curso Expedito de Operações no Pantanal 

O Jacarezinho, que existe desde 1989, está em sua trigésima edição e suplementa a habilitação técnico-profissional dos militares, capacitando-os na aplicação de técnicas de combate específicas para o ambiente operacional do Pantanal e a subsistirem e combaterem com os recursos disponíveis na própria natureza.

O curso é dividido em três fases: a primeira é realizada nas instalações do Grupamento de Fuzileiros Navais de Ladário onde os alunos recebem instruções básicas, a segunda fase se desenvolve na área rural de Adestramento do Rabicho, onde colocam em prática o aprendizado.

A terceira fase é realizada na região de Nhecolândia, distrito de Corumbá-MS, onde se alicerçam os conhecimentos em operações interligadas que visam o desenvolvimento das técnicas e táticas aprendidas.

O C-Exp-OPant 2019 possibilita, dessa forma, à atuação nos Grupos, Unidades e Elementos-Tarefa componentes de uma Força Tarefa Ribeirinha, particularmente na execução das atividades de Reconhecimento e Vigilância (ReconVig) e Patrulhas de Reconhecimento e de Combate.

Durante o curso os alunos tiveram instruções teóricas e práticas de Operações de Embarcações, Armamento, Comunicações Navais, Primeiros Socorros, Natação de Combate, Orientação e Navegação (diurna e noturna, terrestre e fluvial), Tiro Instintivo, Rapel, Sobrevivência no Pantanal, Patrulhas e Operações Ribeirinhas entre outras.

  • Com informações e fotos do Grupamento de Fuzileiros Navais de Ladário

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here