Grupo Aeronaval de Manutenção finaliza a recuperação da aeronave AF-1B N-1001

Sua última decolagem foi em 26 de julho de 2016 quando, ao realizar voo de formatura a baixa altura simulando ataque a navio, ocorreu um acidente.

blank
Aeronave AF-1B, N-1001, do 1° Esquadrão de Aviões de Interceptação e Ataque

O Grupo Aeronaval de Manutenção (GAerNavMan) finalizou a recuperação da aeronave AF-1B, N-1001, do 1° Esquadrão de Aviões de Interceptação e Ataque, após 1.711 dias em solo.

Na ocasião, as aeronaves, N-1001 e N-1011, colidiram, o que não só resultou em consideráveis danos estruturais, como na inestimável perda do Capitão de Corveta Igor, o Falcão 60, a bordo da aeronave N-1011.

blank
Comandante da Força Aeronaval com a Aeronave 1001 de volta à operação

O GAerNavMan, com o apoio do Comando da Força Aeronaval e Embraer S.A., por meio da assinatura de contrato de reparo pós-acidente, executou a recuperação da aeronave, realizando os serviços de análise de engenharia e estruturas; execução de SDLM (Standard Depot Level Maintenance); reparo do cone de cauda; e reparo estrutural e dos sistemas modernizados.

Além disso, com o apoio do Parque de Material Aeronáutico (PAMA-SP), da Força Aérea, foi executada a verificação dos reparos realizados por ensaios não destrutivos, inspeção de raio-x e tratamento de corrosão na região interna da asa e áreas afetadas.

O voo, ocorrido dia 1º de abril de 2021, trouxe a aeronave 1001 de volta à operação. Essa conquista foi dedicada, como homenagem póstuma, ao Capitão de Corveta Igor.

  • Com informações do CCSM