Guarda Costeira dos EUA e Esquadrão de Resgate Voluntário Ketchikan (KVRS) encontram aeronave sinistrada no Alasca.

blank
Imagem ilustrativa. Via Alaska USCG Kodiak Station.

Google News

A Guarda Costeira, as Tropas Estaduais do Alasca, o Serviço Florestal dos EUA e o Esquadrão de Resgate Voluntário Ketchikan (KVRS) responderam a uma aeronave abatida na quinta-feira, 13 quilômetros a nordeste de Ketchikan, no Alasca.

Uma tripulação do helicóptero MH-60 Jayhawk da Coast Guard Air Station Sitka localizou os destroços às 14h37 e lançou dois mergulhadores de resgate que não encontraram sobreviventes.

Um piloto e cinco passageiros estariam a bordo da aeronave de propriedade da Southeast Aviation LLC. Os cinco passageiros do vôo eram do navio de cruzeiro Holland America Line Nieuw Amsterdam, disse a empresa em um comunicado. O navio parou em Ketchikan na quinta-feira e atrasou sua partida à tarde após a queda do avião. A empresa informou que está disponibilizando serviços de aconselhamento para hóspedes e tripulantes.

Uma tripulação de barco médio de resposta de 45 pés da Estação da Guarda Costeira Ketchikan, o Cutter Liberty da Guarda Costeira e as tripulações de solo, barco e ar das Tropas Estaduais do Alasca, Serviço Florestal dos EUA e KVRS responderam ao incidente.

Uma baliza de Emergência Indicando Radio Beaver registrada para uma aeronave da Havilland Beaver foi ativada perto da área dos Fjords Misty às 11h20. Um helicóptero Temsco relatou ter avistado destroços em uma linha de cume na área de busca.

As condições climáticas no local eram ventos de 8 mph, visibilidade de duas milhas, tetos de 300 metros com neblina e chuva leve.

Por enquanto não existem mais informações disponíveis sobre o andamento das operações, que continuam para tentar encontrar sobreviventes ou outors indícios dos acidentados.

A região é conhecida como uma das mais perigosas do mundo para o vôo devido as condições climáticas que predominam a maior parte do ano com ventos fortes e baixas temperaturas.

A Guarda Costeira foi informada pelo operador do avião que cinco passageiros e um piloto estavam a bordo, disse Wadlow.

Wadlow não deu detalhes de quando o avião decolou. As condições meteorológicas eram de um teto de nuvens de 274,32 metros (900 pés) com neblina e chuva leve. A visibilidade era de 2 milhas (3,22 quilômetros) e os ventos eram de 8 mph (12,87 km / h), disse a Guarda Costeira.

O National Transportation Safety Board está enviando uma equipe para investigar o acidente. A equipe deve chegar ao Alasca na sexta-feira. A FAA também está investigando.

  • Fonte: U.S. Coast Guard, via redação Orbis Defense Europe.


Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

blank
blank

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: