HMS Prince of Wales ao mar pela primeira vez.

HMS PRINCE OF WALES ao mar! Foto via PWLSatSea.

Oito anos depois do inicio da construção e dois depois que sua nau irmã HMS Queen Elizabeth partiu do mesmo local, a embarcação de 65.000 toneladas deixou a doca em Rosyth Dockyard, no Forth, pronto para começar os testes no mar.
O Ministério da Defesa do Reino Unido informou que o HMS Prince of Wales ficará ancorado no rio Forth por cerca de 2 à 7 dias após a saida do estaleiro, para concluir o treinamento inicial de segurança marítima.
A tripulação do navio, atualmente com cerca de 600 militares está se preparando para o periodo de testes no mar, trazendo gradualmente à vida os diversos sistemas, sensores e itens de máquinas da galera para os principais motores.
De acordo com um tweet na conta de Twitter do HMS Prince of Wales, com a ajuda de uma aeronave DA-20 Falcon, a tripulação dos navios testou seus radares e importantes equipamentos de controle de tráfego aéreo, essenciais para a condução da aviação no mar.
Eles são integrados para os ensaios técnicos por uma equipe de 320 profissionais civis para monitorar o desempenho da embarcação e fazer os ajustes necessários.
De acordo com a empresa armadora e a Royal Navy, a construção do navio foi “20% a 25%” mais rápida do que a construção do seu navio irmão HMS Queen Elizabeth. Quando no HMS Queen Elizabeth, há dois anos, fomos informados de que a construção do HMS Prince of Wales seria cerca de 8 meses mais rapidamente, graças às experiências adquiridas no processo de construção.

O Comandante Darren Houston, oficial comandante HMS Prince of Wales, disse que foi necessário um esforço monumental de marinheiros, armadores, engenheiros, eletricistas, cientistas e designers para preparar o navio de guerra mais avançado do país para sua estréia no mar.

Palavras do Comandante Darren Houston:

“Estou imensamente orgulhoso do profissionalismo e determinação que a tripulação do meu navio demonstrou ao preparar a si e a embarcação para este dia histórico.

“Trabalhando ao lado de nossos parceiros industriais para apoiar a construção e o comissionamento de sistemas-chave ou treinando incansavelmente para operar o navio e trabalhar em equipe, a tripulação demonstrou dedicação e resolução infalíveis diante de uma infinidade de desafios.

“Estamos ansiosos por testes no mar e pela oportunidade de testar nosso novo navio antes de seguirmos para nossa nova base em Portsmouth para nos juntarmos ao nosso navio irmão”.

O Vice-Almirante Jerry Kyd, comandante da frota, que levou o HMS Queen Elizabeth para o mar pela primeira vez no verão de 2017, entende a emoção a bordo do HMS Prince of Wales – e percebe o que seu advento significa para o Reino Unido e a Marinha Real.

Palavras do Vice-Almirante Jerry Kyd:

‘Estou muito satisfeito em ver o HMS Prince of Wales no mar – bem feito a Aircraft Carrier Alliance e a companhia de seu navio ”,

“Este é um evento extremamente significativo para eles, mas também para a Marinha Real e para a Defesa britânica em geral. Isso significa que hoje a Marinha Real tem dois porta-aviões no mar – um poderoso símbolo do compromisso de nosso governo com uma forte defesa e uma marinha global.

“Estou muito orgulhoso do esforço nacional, de tantos parceiros industriais, do Ministério da Defesa e de outras agências que agora entregaram esses dois navios magníficos que estarão no centro de nossa defesa nas próximas décadas.

“Estou ansioso para ver o HMS Prince of Wales chegar em seu porto de Portsmouth em breve e, no devido tempo, os jatos RAF e Royal Navy F-35B Lightning voando de seu convés.”

Após seus testes no mar, o HMS Prince of Wales navegará para seu Portsmouth, onde deve ser formalmente comissionado na presença de sua Senhora Patrocinadora, a Duquesa da Cornualha, antes do final do ano.

  • Com informações da Royal Navy via redação Orbis Defense Europe


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below