Inscrições abertas para operação do Projeto Rondon no Paraná

blank
Atividades dos rondonistas contribuem para o desenvolvimento sustentável das comunidades envolvidas

O Ministério da Defesa (MD), por meio do Departamento de Ensino, receberá, até 9 de agosto, inscrições para o processo seletivo para Operação Regional Yaguaru, que acontece em janeiro de 2020.

Podem participar deste processo Instituições de Ensino Superior públicas e privadas do estado do Paraná. As informações estão disponíveis no site https://projetorondon.defesa.gov.br.

A iniciativa ocorrerá em janeiro de 2020 e contemplará até 20 municípios do estado do Paraná, contando com as parcerias da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (AMOP), do governo estadual, da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada e de Instituições de Ensino Superior (IES) públicas e privadas paranaenses.

A proposta deste edital é que as IES elaborem ações com caráter de extensão que contribuam para o desenvolvimento sustentável das comunidades, para o desenvolvimento e o fortalecimento da cidadania do estudante universitário, o bem-estar social e a melhoria da qualidade de vida nas comunidades de baixa renda, usando as habilidades universitárias.

Essas ações deverão ser direcionadas, prioritariamente, a um público capaz de reproduzi-las e multiplicá-las entre os integrantes da comunidade, tornando-as permanentes.

Cidadania

Em julho de 1967 foi realizada a Operação Piloto ou Operação Zero. A iniciativa contou com a participação de 30 alunos e dois professores universitários da Universidade do Estado da Guanabara, hoje Universidade do Estado do Rio de Janeiro, da Universidade Federal Fluminense e da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Durante 28 dias, os rondonistas realizaram trabalhos de levantamento, pesquisa e assistência médica no Território de Rondônia. Em 1989, o Projeto Rondon teve suas atividades encerradas. O retorno ocorreu, em janeiro de 2005, em Tabatinga, no Amazonas.

O Projeto Rondon coordenado pelo Ministério da Defesa que, em parceria com as Instituições de Ensino Superior, soma esforços com as autoridades municipais e as lideranças comunitárias a fim de contribuir com o desenvolvimento local sustentável e na construção e promoção da cidadania.

O projeto, orientado pelos princípios da democracia, da responsabilidade social e da defesa dos interesses nacionais, tem como escopo de atuação dois grandes objetivos: a formação do jovem universitário como cidadão e o desenvolvimento sustentável nas comunidades carentes.

  • Com informações da Assessoria de Comunicação Social Ministério da Defesa, via Projeto Rondon. Fotos: Tereza Sobreira

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here