Irã anuncia descoberta de imenso campo de petróleo

O presidente do Irã, Hassan Rohani, anunciou neste domingo (10) a descoberta de um novo campo de petróleo no sul do país, com mais de 50 bilhões de barris de óleo bruto. O achado pode aumentar em um terço o tamanho das reservas comprovadas de petróleo do país persa.

O anúncio de Rohani é feito no momento em que o Irã se vê pressionado pelas sanções americanas, depois de os EUA terem abandonado, no ano passado, o acordo nuclear antes firmado com potências mundiais.
Rohani fez o anúncio em um discurso na cidade desértica de Yazde e explicou que o campo está localizado no sul do Irã, precisamente na província de Khuzestan, centro da indústria petrolífera nacional.

Segundo ele, mais de 53 bilhões de barris seriam adicionados às reservas comprovadas do Irã, atualmente em cerca de 150 bilhões.

“Estou dizendo à Casa Branca que nos dias em que você sancionou a venda de petróleo iraniano, os trabalhadores e engenheiros do país foram capazes de descobrir 53 bilhões de barris de petróleo”, afirmou Rohani, segundo a agência semioficial de notícias Fars.

Extração viável
As reservas de petróleo referem-se ao petróleo bruto economicamente viável para extração. Os números podem variar muito de país para país devido a diferenças de critério, embora continue a ser uma medida de comparação entre os produtores de petróleo.

O Irã tem atualmente o quarto maior depósito comprovado do mundo de petróleo bruto, e as segundas maiores jazidas de gás natural do planeta. Ele partilha um enorme campo offshore no Golfo Pérsico com o Qatar.

O novo campo petrolífero poderá tornar-se o segundo maior campo do Irã – o maior, com 65 biliões de barris, fica em Ahvaz. O campo é de 2.400 quilômetros quadrados, com o depósito a cerca de 80 metros de profundidade.

De acordo com cálculos da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), cerca de 100 milhões de barris de petróleo são necessários em todo o mundo por dia. Um barril, a medida padrão da indústria, contém 159 litros de petróleo. O cartel do petróleo estima que a demanda aumentará em cerca de 12% até 2040.

Desde que os EUA se retiraram do acordo nuclear de 2015, os outros países envolvidos – Alemanha, França, Reino Unido, Rússia e China – têm lutado para salvá-lo. Mas eles ainda não conseguiram oferecer meios para que o Irã venda seu petróleo no exterior.

Fonte: G1



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below