Irã iniciou exercícios de defesa antiaérea em larga escala próximo da fronteira com o Azerbaijão

blank
Imagem ilustrativa com foto via Tehram Times.

As Forças Armadas do Irã iniciaram nesse dia 12 de outubro um exercício militar em grande escala, envolvendo unidades de defesa aérea eempregando equipamento militar de desenvolvimento 100% nacional.

As manobras aéreas e terrestres conjuntas, com a participação de divisões de defesa aérea do Exército e do Corpo de Guardas da Revolução Islâmica (IRGC) e com o codinome Modafean Aseman Velayat 1400 (Guardiões do Céu Velayat 1400), tiveram início nas áreas desérticas centrais do país.

Durante os exercícios, foram testados sistemas de mísseis de defesa aérea, radares, equipamentos de reconhecimento, dispositivos eletrônicos de guerra, sistemas de comunicação e uma rede de vigilância visual desenvolvidos internamente.

Ainda não foram divulgadas imagens oficiais dos exercícios para o conhecimento público.

Comentando sobre a primeira fase dos exercícios, o Brigadeiro General Qader Rahimzadeh, comandante da Base de Defesa Aérea Khatam al-Anbia do país, disse que foi realizado o desdobramento de sistemas de defesa aérea, com foco especial na mobilidade e reação rápida das forças operacionais e de acordo com os princípios da defesa passiva para enganar um inimigo simulado.

Rahimzadeh acrescentou que aeronaves tripuladas e não tripuladas do Exército e do IRGC realizaram surtidas de reconhecimento na área, antes que os sistemas de detecção e combate realizassem operações táticas e defensivas contra aeronaves hostis. Todas as etapas da defesa aérea, até a fase de impacto eletrônico (EI), foram realizadas.

O oficial militar iraniano sênior disse que a implantação dos Sistemas de Comando e Controle Regional (ROC) do IRGC e a operação dos sistemas de radar indígenas Me’raj, Fath-2, Bashir e Quds, sistemas táticos de detecção e reconhecimento, sistemas eletro-ópticos e eletrônicos os sistemas de guerra estavam entre outras medidas tomadas na primeira fase do jogo de guerra.

“A formação de camadas seguras de defesa aérea para proteger o espaço aéreo da República Islâmica do Irã, além da defesa abrangente dos centros sensíveis do país estão entre os objetivos do exercício. As unidades de defesa aérea e as forças operacionais do Exército e do IRGC estão realizando suas tarefas com habilidade e inteligência 24 horas por dia, sob os auspícios operacionais e o controle da base de defesa aérea conjunta do país ”, disse Rahimzadeh.

As Forças Armadas do Irã realizam manobras militares regularmente para elevar sua preparação e habilidade militar. Atualmente o Irã é a nação do Oriente Médio que mais executa exercícios militares e simulações.

Setembro e outubro em sido mêses agitados para as forças armadas do Irã, já que tanto o exército regular quanto o IRGC realizaram vários exercícios militares, especialmente perto da fronteira com o Azerbaijão, onde existe um sério risco de guerra devido à disputas diversas com o país, que está sob a influência direta da Turquia em sua política de expansionismo de influência.

Abaixo, vídeo da apresentação recente de um dos sistemas móveis recentemente apresentados e testados em campo:

Abaixo, vídeo ilustrativo apresentando os principais sistemas empregados pelas forças armadas iranianas na atualidade:

  • Com informações Iranian TV, RT France, STFH Analysis & Intelligence, SANA Syria, France Inter via redação Orbis Defense Europe/Genebra.