ISIS ataca comboio militar dos EUA e refinaria de petróleo no Iraque

blank
Imagem via Anadolou Agency.

Nesse domingo dia 1º de agosto, um comboio de suprimentos da coalizão liderada pelos EUA foi atacado ao passar pela província de al-Diwaniyah, no sul do Iraque.

O Sabereen News revelou que o comboio foi alvo de uma série de dispositivos explosivos improvisados ​​penetradores formados de forma explosiva (EFP).

De acordo com o canal Telegram, o comboio, que se dirigia à Base Aérea de Ain al-Assad, na província ocidental de al-Anbar, transportava veículos blindados Humvee e “armamento sensível”.

Menos de duas horas após o ataque, dois outros comboios de suprimentos da coalizão liderada pelos Estados Unidos foram alvejados perto da cidade de Hillah, na província central da Babilônia.

Os ataques provavelmente foram realizados por grupos pró-iranianos, que intensificaram suas operações contra as forças dos EUA no Iraque nesta semana.

Em 29 de julho , quatro comboios de suprimentos foram atacados na Babilônia, al-Diwaniyah e na província de Dhi Qar. Em 30 de julho , outro comboio foi atacado na Babilônia. Um grupo pró-iraniano que se autodenomina Saryat Qasim al-Jabbarin [The Breaker of Titans Company] assumiu a responsabilidade por todos os cinco ataques.

A recente tentativa dos EUA de rebatizar sua presença militar no Iraque como uma “missão de treinamento” provocou grupos pró-iranianos, que supostamente planejam iniciar ataques diretos às tropas americanas.

blank
Um dos muitos comboios dos EUA levando veículos e suprimentos para bases afastadas no interior do Iraque. Imagem via STF Analysis & Intelligence.

Maior refinaria do Iraque é atacada

Em 30 de julho, células do ISIS na província de Saladin, no norte do Iraque, alvejaram a refinaria de petróleo de Baiji com um foguete Grad de 122 mm.

A agência de notícias do grupo terrorista, Amaq, compartilhou várias fotos do ataque no mesmo dia. As fotos mostram terroristas mascarados lançando o foguete de uma vila abandonada.

Uma fonte de segurança iraquiana confirmou à Agência Anadolu que a North Refineries Company em Saladin foi alvo de um foguete. De acordo com a fonte não identificada, o ataque não resultou em quaisquer causalidades ou perdas materiais.

blank

blank

“As forças de segurança abriram uma investigação urgente sobre o acidente para encontrar o local de lançamento do foguete e o autor por trás dele”, disse a fonte.

A North Refineries Company opera várias refinarias de petróleo, a maior das quais é Baiji. A refinaria processa 100.000 barris de petróleo por dia.

Este foi o segundo ataque do ISIS neste mês. Em 8 de julho , os terroristas dispararam um foguete contra a refinaria de petróleo al-Sayniyah em Saladin. Nenhuma perda foi relatada como resultado do ataque.

As operações do ISIS em Saladin estão ficando mais ousadas. Em 30 de julho, seis pessoas foram mortas no sul da província, quando terroristas do grupo atacaram um funeral. Este ataque horrendo destaca a ameaça representada pelas células do grupo terrorista.

  • Com informações Anadolou Agency, AMAQ, STF Analysis & Intelligence via redação Orbis Defense Europe.