Itaguaí Construções Navais realiza transferência da seção de ré do submarino Tonelero

Manobra conclui primeira fase de construção da embarcação e inicia a preparação para união final de todas as seções

Nesta próxima quinta-feira (29) às 7h30, a Itaguaí Construções Navais (ICN) finaliza todo processo de transferências de seções do terceiro submarino do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub) da Marinha do Brasil (MB), o S42 Tonelero.

A última seção a ser transportada é a S1, a ré da embarcação responsável por abrigar os sistemas de lemes e estabilizadores, assim como o eixo propulsor e o Motor Elétrico de Propulsão (MEP).

A peça possui 16 toneladas de peso, e será transportada da Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas até o Estaleiro de Construção, na área sul da Ilha madeira por uma distância de 4,5km.

O próximo passo, após a conclusão da atividade, será a união de todas as seções, já presentes por completo no Estaleiro de Construção. Quando finalizado, a embarcação terá 72 metros de comprimento e um peso total de 2 mil toneladas, sendo um dos mais modernos submarinos do mundo em sua categoria exaltando a indústria naval e a mão de obra brasileira.

  • Estágio evolutivo dos nossos submarinos convencionais

S40 Riachuelo:

      • Atualmente em fase de testes integrados na Baía de Itacuruçá para início das provas de mar.

S41 Humaitá:

      • 90% de estágio construtivo
      • Cerimônia de lançamento em dezembro/2020.

S42 Tonelero:

      • Será totalmente integrado em dezembro/2020.
      • Data de entrega: 2022

S43 Angostura:

      • 48% de estágio construtivo
      • Data de entrega: 2023
  • Características da Seção 1 (S1) 
      • Peso: 16 toneladas
      • Comprimento 13,5 metros

Função: Seu formato cônico a distingui facilmente das demais, sendo esta a seções responsável por abrigar os sistemas de lemes e estabilizadores (responsáveis pelo rumo e profundidade durante a navegação), assim como o eixo propulsor e o Motor Elétrico de Propulsão (MEP).

  • Demais seções transferidas com êxito

Seção 2A (S2A) 

    • Peso: 327 toneladas
    • Comprimento: 18,3 metros

Função:  Local onde encontram-se os geradores a diesel, a praça de baterias de ré, o cradle de elétrica, entre outros elementos ligados à energização da embarcação, sendo, popularmente chamada de “usina elétrica” do submarino.

Seções 2B, 3 e 4 (S2B, S3 e  S4)

    • Peso: 619 toneladas
    • Comprimento: 39,9 metros

Função: A seção 2B é onde se localiza os compartimentos habitáveis como cozinha, refeitório alojamentos e banheiros.  Nessa seção, localiza-se os maiores tanques do S-BR assim como o “escape trunk”, equipamento de segurança que possibilita o salvamento da tripulação.

Na seção S3, localiza-se o comando de controle, a vela e as principais bombas. E por fim, na S4, encontram-se os equipamentos relacionados ao embarque, guarda e manobra dos torpedos cuja capacidade de lançamento é o propósito final do submarino.



Receba nossas notícias em tempo real nos seguindo pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!

Assista nosso último episódio: