Justiça Militar decreta prisão preventiva de militares envolvidos na ação em Guadalupe, no Rio de Janeiro

Na tarde da última quarta-feira (10), foi realizada audiência de custódia relativa à prisão em flagrante de dez militares envolvidos no incidente que resultou no falecimento do senhor Evaldo dos Santos Rosa e vitimou os senhores Sérgio Gonçalves e Luciano Macedo, no último domingo.

A audiência de custódia foi presidida por uma Juíza Federal da Justiça Militar da União, cuja decisão foi pela decretação da prisão preventiva de nove desses militares. Uma vez tendo sido apreciados os fatos pelo foro competente, cabe exclusivamente à Justiça Militar da União pronunciar-se acerca das próximas etapas processuais.

Cabe ressaltar que, após desinformação inicial, prontamente corrigida, o Comando Militar do Leste (CML) tem acompanhado o desenrolar dos fatos, pautado pela prudência e pela isenção na divulgação das informações, em respeito a princípios constitucionais e ao devido processo legal.

O CML reitera o compromisso dos integrantes do Exército Brasileiro para com o absoluto respeito à dignidade humana, jamais admitindo ou compactuando com eventuais condutas que possam com ela conflitar.

O CML lamenta o triste incidente que vitimou o senhor Evaldo e expressa condolências aos seus familiares e amigos, ao mesmo tempo em que anseia pelo pleno restabelecimento dos senhores Sérgio e Luciano.

  • Com informações do Comando Militar do Leste


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below