Ka-52 “Alligator” completa 11 anos desde seu primeiro voo

Fabricado pela empresa Arsenyev Aviation Company Progress, mais conhecida como “Helicópteros Russos”, há exatos 11 anos ocorria o primeiro voo do helicóptero de reconhecimento de combate Ka-52 “Alligator”, decolando do aeródromo da fábrica para o seu primeiro voo.

Tiveram o privilégio de voar pela primeira vez o “Alligator”, os pilotos de testes Alexander Papai e Yuri Timofeev. Sob o comando deles, o Ka-52 sobrevoou o aeródromo, realizou hover’s, fez hoverclock, subiu, desceu em um leve mergulho, realizou aproximação de aterrissagem e outros elementos de voo, e ao final todos os aspectos, dos testes foram reconhecidos como bem-sucedidos.

O Ka-52 “Alligator” fora projetado e concebido para destruir tanques, equipamentos militares blindados, equipes de terra, helicópteros e outras aeronaves inimigas na vanguarda da profundidade táctica, em todas as condições meteorológicas e a qualquer hora do dia e da noite.

O helicóptero, é equipado com os mais modernos aviônicos e armas de últimas geração, podendo ser configurado para as mais variadas missões de combate. O seu rotor coaxial permite que ele realize manobras com eficiência e complexas de acrobacias.

Além disso, o Ka-52 é equipado com um sistema de proteção eletrônica e dispositivos para reduzir a visibilidade, bem como meios de ação ativa. Além da versão principal, há uma versão do helicóptero para utilização em meios navais – o Ka-52K.

Ele continua a linha de helicópteros “marítimos” desenvolvidos por KB “Kamov”. O helicóptero é destinado ao patrulhamento e ao apoio de fogo as tropas de desembarque ao chegarem a costa, auxiliando nas tarefas de defesa das tropas.

Além disso, no momento Helicópteros a empresa está trabalhando na mais nova máquina: o Ka-62, onde seu lançamento e produção está previsto para 2020. Uma característica do futuro Ka-62 é o uso difundido no projeto de materiais compósitos poliméricos (PKM), bem como alumínio de alta resistência, ligas de titânio e aço.

O volume de estruturas de PKM em um helicóptero é levado a 60% em peso, devido a que a massa de helicóptero vazia diminua. Sua velocidade, capacidade de manobra e capacidade de carga, assim como o consumo de combustível são reduzidos de acordo com o seu peso.

Este slideshow necessita de JavaScript.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below