Kalashnikov lança produção de nova carabina de caça TG2 “Magnum”

blank
Imagem via Kalashnikov Russia.

Objetivo é conquistar mercado de caçadores iniciantes. Em meados de março, o consórcio Kalashnikov apresentou sua nova carabina de cano liso TG2 “Magnum”, que tem características de fuzis AK militares.

A arma dispara munições de caça 366 Magnum e é baseada na carabina estriada Saiga-308 que dispara munições poderosas da Otan .308 Win. O TG2 “Magnum” tem um poder de fogo de mais de 3.500 joules, ou seja, três vezes mais que o do fuzil AK-74M, que dispara balas de calibre de 5,45x39mm.

A nova carabina, assim como sua predecessora, a TG2 366TKM, tem “cortes Paradox” no cano para estabilizar a bala. A arma também tem um freio de boca destacável, uma coronha dobrável lateralmente e um carregador de 8 balas.

A TG2 “Magnum” é um pouco pesada, com quase 3,8 kg. O comprimento do cano é de 415 mm, o comprimento total com a coronha desdobrada é de 945 mm e, com a coronha dobrada, de 700 mm.

A arma atende aos requisitos da legislação da Rússia, pois é impossível atirar com a coronha dobrada. Ela é considerada uma arma de cano liso, e, assim, pode ser adquirida oficialmente no país.

  • Fonte: Russia Beyond, via redação Orbis Defense Europe.