Kin Jong Un quer reforçar capacidade de defesa da Coréia do Norte

Durante o congresso do partido, o ditador norte coreano se comprometeu em reforçar as capacidades de defesa do país

blank

Em um relatório apresentado ao congresso do Partido dos Trabalhadores, Kim Jong Un, se comprometeu em “colocar as capacidades de defesa do Estado a um nível bem superior e a fixar objetivos a alcançar para o conseguir”, segundo informou a agência oficial norte-coreana (KCNA), recebida em Seul.

O 8.º Congresso do Partido dos Trabalhadores da Coreia teve início na última terça-feira (05), em Pyongyang, segundo a KCNA. A agência não fez qualquer referência à arma nuclear nem especificou a natureza dos objetivos a atingir, em matéria de defesa.

Mas, durante uma parada militar em outubro, o regime exibiu um míssil que, segundo vários analistas, era o maior míssil intercontinental que alguma vez tinha sido visto. Desde então, imagens obtidas por satélite mostram “a intensificação dos preparativos para uma parada”.

Durante o anterior congresso do partido, em 2016, que durou quatro dias, foi organizado um desfile militar.

  • Com agências internacionais