Laços sociais e diálogo podem prevenir suicídios, dizem especialistas

Aproximadamente 96% dos suicídios têm relação com transtornos mentais

Laços sociais, diálogo e proximidade entre colegas de trabalho são fatores que podem evitar a ocorrência de casos de suicídio. A afirmação é dos médicos psiquiatras Antônio Jacobsen e Gisele Stocco, que ministraram nesta terça-feira (9) uma palestra sobre o assunto a servidores da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Curitiba.

“Quando se percebe uma mudança de comportamento em uma pessoa, é preciso se aproximar mais dela”, disse Jacobsen. “O suicídio não é uma escolha. É um sintoma de gravidade de uma doença. É uma questão de saúde pública.”

Conforme os dois especialistas, cerca de 96% dos suicídios registrados no mundo têm alguma relação com transtornos mentais. Transtorno de humor, transtorno de substância, transtorno de personalidade e esquizofrenia estão entre as doenças mais comuns entre as vítimas de suicídio.

O suicídio é a segunda causa de mortes entre jovens de 15 a 29 anos de idade em todo o mundo.

“A tentativa de suicídio não deve nunca ser minimizada”, observa Gisele. “A pessoa precisa de apoio. Às vezes, precisa apenas de alguém para estar junto, para ouvi-la.”

Desde 2011, a notificação dos casos de tentativa e morte por suicídio é obrigatória no país.

Prevenção do suicídio: sinais para saber e agir
(Ministério da Saúde)

Cartilha da PRF sobre suicídio

Fonte: Agência PRF





Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here