LATAM vai operar vôo de Guarulhos para Ilhas Falkland (Malvinas)

Os vôos tem como destino o aeroporto que opera a mesma pista da base aérea da RAF de Mount Pleasant, ainda muito operacional.

O governo das Ilhas Falkland (Malvinas) confirmou a inauguração de uma rota direta entre o arquipélago localizado no Atlântico Sul e o Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. De acordo com comunicado oficial, a operação deve iniciar a partir de 6 de novembro deste ano. Não foi informado qual aeronave será utilizada.

“Esse é um dia histórico para as Falkland. Esta significativa conquista é resultado da conclusão bem-sucedida de um processo formal que identificou a Latam como operadora preferencial ainda no ano passado”, disse o comunicado oficial do governo local.

A rota será operada uma vez por semana, tendo o Aeroporto de Mount Pleasant, nos arredores da capital Stanley, como destino. Uma vez por mês, o voo não será direto, utilizando a cidade de Córdoba, na Argentina, como escala.

Entre abril e junho de 1982, A Argentina e o Reino Unido travaram uma guerra pela posse da área na qual os britânicos saíram vencedores.

A Latam confirmou o início da operação:

O Grupo Latam Airlines confirma que, a partir de 6 de novembro de 2019, sua subsidiária brasileira operará um voo semanal entre São Paulo/Guarulhos e Mount Pleasant com escala mensal em Córdoba (Argentina) em ambos os sentidos. Mais detalhes, como o itinerário e a venda de passagens aéreas, serão comunicados nas próximas semanas.

A Latam Airlines Brasil foi escolhida para operar o voo em dezembro de 2018, após um processo de licitação entre os governos da Argentina e do Reino Unido para estabelecer uma operação adicional no aeroporto de Mount Pleasant.

Desde 1999, a Latam opera um voo semanal entre Punta Arenas (Chile) e Mount Pleasant, com uma escala mensal em Río Gallegos (Argentina), em cumprimento de um decreto assinado naquele ano pelos governos da Argentina e do Reino Unido. Qualquer alteração na rota e/ou uma nova rota estão sujeitas ao acordo de ambos os governos.

Com informações da LATAM via redação Orbis Defense Europa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below