Leonardo apresenta na LAAD 2019 tecnologias e produtos para a segurança e proteção do Brasil

Durante o principal evento da América Latina dedicado à Defesa e Segurança, a LAAD Defence & Secutrity a empresa Leonardo irá apresentar ao público presente, as tecnologias oferecidas ao Brasil no apoio aos programas mais atuais que estão em andamento no país. Das futuras corvetas classe Tamandaré, da Marinha do Brasil (MB), até a modernização de outras classes de navios. A empresa já está operando um contrato para a extensão do apoio logístico aos caças A-1 da Força Aérea Brasileira (FAB) e para os helicópteros Super Lynx Mk21B modernizados, que começaram a serem estregues a MB.

Presente no País desde a década de 1970, a Leonardo possui uma presença industrial diferenciada e parcerias consolidadas em todos os setores de atividade. Com mais de 200 helicópteros em serviço e um centro de apoio logístico entre os maiores do mundo para assistência técnica, manutenção e reparos de helicópteros na América do Sul, o Brasil representa para a Leonardo o principal mercado de helicópteros na América Latina.

No setor aeronáutico, são cerca de 150 os radares a bordo das principais plataformas em serviço no País: A-1, F-5, KC-390, P-95, Super Lynx Mk21B e o futuro caça da FAB, Gripen E, no qual a empresa fornece cerca 60% da eletrônica de bordo (radares de busca e rastreamento e controle de fogo, sistemas de identificação), abrangendo todo o espectro de sensores primários que garantem à aeronave uma superioridade “ISTAR” em termos de inteligência, vigilância, detecção e aquisição de alvos. A Leonardo também forneceu suporte com radares de controle de tráfego aéreo militar para o Brasil.

Com base na experiência positiva adquirida no programa AMX, a Leonardo visa oportunidades para a FAB se beneficiar de treinamento de nova geração, setor no qual a empresa oferece soluções de excelência, como o M-346 e serviços. de suporte ao cliente inovadores. Presente também no setor da segurança de meio ambiente e território com seus radares meteorológicos operados pelo centro nacional de monitoramento e alerta de desastres naturais, Leonardo, com sua subsidiária Telespazio do Brasil, presta serviços de satélite para comunicação e monitoramento do desmatamento na Amazônia, para a prevenção de emergências ambientais e suporte à agricultura e Defesa.

Em resposta à emergência de segurança pública e às iniciativas que o Governo está definindo, Leonardo iniciou um debate com as instituições locais sobre as soluções tecnológicas que pode oferecer. Colaborações bem-sucedidas e novas perspectivas incluem também o setor naval, onde no passado a empresa trabalhou na modernização das fragatas classe Niterói e das corvetas Barroso, as comunicações terrestres e via satélite para o Exército e os sistemas de pilotagem remoto.

Sobre a Leonardo:

Empresa global de alta tecnologia, está entre as dez maiores empresas do mundo no setor Aeroespacial, Defesa e Segurança e a principal empresa industrial italiana. Organizada em cinco divisões de negócios, Leonardo possui uma significativa presença industrial na Itália, Reino Unido, Polônia e EUA, onde também opera através de subsidiárias como a Leonardo DRS (eletrônica para a defesa) e algumas joint-ventures e participações: ATR, MBDA, Telespazio, Thales Alenia Space e Avio.  A Leonardo compete nos mais importantes mercados internacionais, alavancando suas áreas de liderança tecnológica e de produtos (Helicópteros, Aeronaves, Aerostructures, Eletrônicos, Segurança Cibernética e Espaço). 



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Enter the text from the image below