Marinha chinesa é acusada de ter usado arma laser contra avião de reconhecimento da Marinha do EUA

A Marinha dos EUA (US Navy) emitiu um comunicado, dando conta que um navio de guerra da Marinha chinesa (PLA Navy) realizou, semana passada, o disparo de feixes de laser contra um avião de reconhecimento da Marinha sobre o Mar das Filipinas.

O incidente aconteceu 600 km a oeste da ilha de Guam, que é um dos territórios dos EUA e onde se encontra várias de suas bases militares. A Marinha revelou o acontecido na última quinta-feira (27) em seu comunicado.

Os navios de guerra chineses estão sendo armados com armas a laser de alta energia altamente destrutivas que podem chegar a cegar os pilotos.

O alvo do ataque foi uma aeronave militar de vigilância Boeing P-8 Poseidon que sobrevoou águas internacionais, e que de acordo com a Marinha não foi danificada. O avião tinha deixado a Base Aérea de Kadena na cidade japonesa de Okinawa.

A Frota do Pacífico dos EUA, é responsável pelas missões de vigilância nos mares da Ásia. Em comunicado, divulgado pela rede de TV ABC, a Marinha disse que “as armas laser podem causar sérios danos às tripulações e marinheiros, bem como aos sistemas de navios e aeronaves”, e descreveu o ataque como “muito arriscado” e “imprudente”.

Em declarações à rede CNN, oficiais militares norte-americanos disseram que a medida foi suficientemente agressiva para provavelmente provocar um protesto diplomático formal dos EUA.

Este incidente ocorre após meses de tensões entre Washington e Pequim, devido ao crescente expansionismo naval da China na Ásia.

O chefe do Pentágono, Mark Esper, disse há algumas semanas que, “estamos vendo eles tomando e militarizando ilhas no Mar da China Meridional e as modernizando rapidamente com suas forças armadas, enquanto procuramos usar tecnologias emergentes para alterar o equilíbrio de poder e remodelar o mundo a seu favor e muitas vezes à custa de outros”.

  • Com agências internacionais


Receba nossas notícias em tempo real pelos aplicativos de mensagem abaixo:

Ninguém do DefesaTV está autorizado a entrar em contato com os leitores. Caso deseje de alguma informação envie um e-mail [email protected]

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do DefesaTV em seu e-mail, é de graça!